sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Entrevista com Luiz Francisco Silva - Autor de: A MENINA E O VIRA-LATA

Nasceu na cidade de Jaboti, interior do Paraná. Licenciado em Língua Portuguesa e Literatura, atua desde 1990 como professor na Rede Estadual de Ensino do Paraná, na cidade de Pinhais-Pr.  Desde o início do ano de 2011 tem participado, com certa regularidade, das antologias publicadas pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores, além dessas antologias, participou até então, por outras editoras, das seguintes antologias: Palavras Sem Fronteira (traduzido para o Espanhol) – Editora Literarte, Antologia Internacional - Brasileiros em Verso e Prosa (traduzido para o Francês) – Editora UFPA, Projeto Literário VII Delicatta – Editora Delicatta, Prêmio Luso-Brasileiro – Melhores Contistas 2013 – Editora Mágico de Oz, História Para Você Dormir – Especial de Natal 2012 – Editora Literarte. Autor do livro infantojuvenil A MENINA E O VIRA-LATA – Editora Scortecci. 2014.

O encontro de uma menina e seu cãozinho se torna especial a partir do trato que o autor dá à linguagem, que não cai na facilitação e na banalização tão comuns em livros destinados às crianças. Além disso, nas entrelinhas, descobrimos que a menina vê o mundo a partir do cheiro, do tato e da audição, e assim ela nos mostra que enxergar é muito mais do que ver com os olhos.
É ver o mundo com a alegria de Letícia, nome certamente escolhido a dedo pelo autor para caracterizar sua personagem. Alegria: é isso que sentimos ao término da leitura deste livro escrito por Luiz Francisco Silva e ilustrado por Danilo Marques. A MENINA E O VIRA-LATA é um livro que respeita a criança como leitora inteligente e sensível.

Olá Luiz Francisco.  É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Trata-se de um conto infantil, nele encontramos uma menina, cuja deficiência visual não impede de caminhar, brincar e ser feliz. O conto retrata um momento bastante especial na vida da menina, momento em que ela encontra aquele que será possivelmente seu grande companheiro, o cãozinho. Em poucas páginas, muito bem ilustradas por Danilo Marques, o livro permite que o leitor vá muito além das palavras e encontre com um universo familiar que aos poucos estão se distanciando de nós. O conto faz um breve resgate de valores tão necessários à nossa vida.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Esse é meu segundo livro, o primeiro foi de poemas, publicado em 1995. O primeiro foi apenas um desejo realizado, esse, no entanto, é minha passagem, acredito eu, para o mundo da escrita, especialmente para crianças. Ao escrevê-lo pude também refletir sobre minha atuação enquanto professor de alunos de inclusão. Aprendi muito com ele e por causa dele. Esse livro é mesmo como um filho, é uma parte de mim que agora viaja para tantos lugares... Que o mesmo possa alegrar muitas crianças, fazendo com que não deixem de sonhar.
O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Acho difícil, primeiro porque precisamos enfrentar a falta de leitores, a falta do prazer da leitura, depois a presença de grandes nomes da literatura de massa, os quais não desprezo de forma alguma, afinal são eles que estão despertando em nosso jovens o prazer da leitura. É difícil sim, mas é muito prazeroso, só não poderia sobreviver da literatura, por isso a maioria dos escritores brasileiros mantem-se em outras profissões.

 Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Sempre que posso leio os autores novos e foi em um desses livros que conheci e reconheci a qualidade  do trabalho da Scortecci Editora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Com toda certeza meu livro merece ser lido, afinal ele possibilita, a partir da história de Letícia, discussões sobre temas extremamente relevantes, tais como respeito, amor, fé e esperança. Garanto que ele é uma excelente opção de leitura. Uma mensagem para os leitores? "Tudo posso naquele que me fortalece."


Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário