sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Entrevista com Isabel Correia da Silva e Sousa - Autora de: ANARQUIA POÉTICA



Quem sou eu? (Um coração luso-brasileiro) Sou uma eterna sonhadora... descortino o sol em noites de luar, vejo o meu castelo de luz ruir, mas sempre tenho a esperança, de que nunca irá cair.

Nós somos produto do meio em que vivemos.
Do lugar em que se desenrola a nossa história.
Devaneios calculados...
Realidade que floresce através dos tempos.
Assim nasceu a “Anarquia Poética”.  Saudade rimada... 
Se eu nunca tivesse saído de Portugal meus escritos seriam diferentes.
Se a minha vida não fosse em São Paulo, não falaria do Rio Pinheiros e do Rio Tietê.
E, vou além... atravesso o Oceano,  falo do Tejo, daquele mar enorme que cheira à minha infância. As palavras são a expressão do pensamento.

Isabel C. S. Sousa

Obras
Ainda Sonho - (Poesia) / Lembranças Dispersas - (Contos) /  Trilhas Poéticas - (Poesia) / Colcha de Retalhos - (Narrativas) / O Menino Poeta - (Infantojuvenil) / Brincando com as Palavras - (Infantojuvenil).

Blog: http://www.dedodeprosaportuguesa.blogspot.com.br/

Anarquia Poética
É uma mistura de escritos poéticos, onde revela uma luta constante pela justiça, busca de perfeição, saudade, esperança! Retrato talvez de uma alma de imigrante que ama o lugar que lhe dá guarida; e, o que ficou para trás recorda também com amor e, com uma saudade saudável.






Leia Mais ►

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Entrevista com Carlos Eduardo Albuquerque Fernandes - Autor de: O DESEJO HOMOERÓTICO NO CONTO BRASILEIRO DO SÉCULO XX

É graduado em Letras e mestre em Literatura pela Universidade Estadual da Paraíba. Atualmente é professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco, na Unidade Acadêmica de Garanhuns, onde leciona componentes curriculares sobre Literatura Brasileira e Portuguesa, e é doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal da Paraíba. Sua jovem postura acadêmica tem se pautado constantemente nas discussões sobre gênero e sexualidade na literatura e na cultura. Procura, por intermédio de sua atividade de crítico literário e de docente, dar visibilidade a obras literárias marginalizadas, promover o debate entre linguagem literária e representação de grupos não hegemônicos e construir uma educação literária voltada ao currículo multiculturalista com enfoque em temas sobre diversidade sexual e de gênero.

É uma obra de crítica literária e cultural, em que se percorre os caminhos da literatura brasileira que tem como personagens principais gays, lésbicas e travestis, evidenciando seus conflitos, desejos e como se forma essa subjetividade na literatura e na sociedade do período. A obra é composta por cinco capítulos que, diacronicamente, descrevem e analisam questões como subjetividade, violência contra as minorias sexuais, erotismo, medo, opressão, constituição familiar, tais temas sempre articulados com o discurso literário. É, com efeito, um livro para ampliar saberes sobre as configurações do homoerotismo na literatura e na cultura brasileira.
Leia Mais ►

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Entrevista com Pedro Cagna - Autor de: TODOS CONTRA O CRACK! INCLUSIVE EU

Pedro Cagna
Escritor, 59 anos, casado, paranaense, membro da UBE - União Brasileira dos Escritores/SP, membro da Academia de Letras e Ciências, Centro Norte do Paraná, possuindo 11 obras lançadas, das quais 03 sobre o crack: "Crack! Um caminho sem volta", "Crack! Afaste essa pedra do seu caminho", e o último trabalho literário "Todos contra o Crack! Inclusive eu". Além dessas obras, sou autor de outras 08 obras editadas, nos gêneros romances e segurança física de empresas.


O livro traz um alerta aos pais. O aumento desordenado de usuários; o uso abusivo de uma extensa variedade de drogas me deixa apreensivo! Onde vamos parar? Prender traficantes,internar o usuário, não está sendo o suficiente. O número de viciados aumenta assustadoramente.
A obra TODOS CONTRA O CRACK! INCLUSIVE EU, tem como objetivo aflorar na mente dos adolescentes de um modo geral, que o uso de drogas estará matando seus sonhos, suas realizações, e, lhe dando uma única certeza: a morte!
A vida é muito valiosa, bela e próspera, para que deixemos que as drogas coloquem um ponto final nela.
Leia Mais ►

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Entrevista com Gisele Bernardo Monnerat - Autora de: POESIAS PARA UM PEQUENO GRANDE HOMEM: GABRIEL

Gisele Bernardo Monnerat
Sou mãe, pedagoga, professora com uma modesta habilidade e sensibilidade poética.









Poesia para um pequeno grande homem: Gabriel
Este livro conta a historia de mãe e filho, através de diversas poesias.




Leia Mais ►

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Entrevista com Maruam - Autor de: PROTAGONISTAS NA RIBALTA

MARUAM, insiste em querer  superar os limites do possível!
Parceiro ousado  em estripulias intelectuais, é um pseudônimo de seu mentor, brasileiro e paulista: Mario Rubens Almeida de Mello.
Como  experiente professor e consultor de gestão, gosta do que faz.
Já, como escritor, independente da crítica, conjuga só o que gosta.
Desde a virada do século, produziu  um  carrossel literário em nove obras: crônicas, poesias, contos, micro contos, aforismos,  romances e até uma ousada aventura pelo mundo
Neste inicio de 2015  publica  “Protagonistas na Ribalta” com o selo da Scortecci.

Reúne, em eletrizantes e sinceros  tons  confessionais, relatos de múltiplas mulheres: donas de casa, professoras, prostitutas, estudantes, religiosas, profissionais liberais e até  moradoras de rua.
Esta obra guarda relação com uma peça teatral. Em dez  atos, apresenta, sequencialmente, depoimentos intimistas  em comovente linguagem popular.
Sob o calor das lâmpadas que fulgem as cenas do  centro do palco,  cada uma das protagonistas desnuda, apaixonadamente, no tablado, as experiências amorosas de suas fantásticas  trajetórias de vida.
O desnude da verdade nua e crua, que permeia o cotidiano, nem sempre se mostra para todos.
É  preciso que a sociedade se inteire da realidade e que tenha consciência dos distintos papéis de seus membros. E mais, que, independentemente de suas escolhas, os respeite,  assegure  a igualdade social e o direito inalienável de, cada qual a seu modo, serem felizes”.
Um ato de coragem, pois a diversidade quando colocada na mesa, arrepia o senso comum.
Um livro sob medida para o publico leitor de fino gosto. Gente acostumada ao desfrute do prazer, pelo prazer de ser, somente ser.
Leia Mais ►

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Entrevista com João Carlos Marcon - Autor de: ATÉ O PRÓXIMO INVERNO

 João Carlos Marcon
Paranaense natural de Mariópolis, nascido em 1968. Professor da Rede Estadual de Ensino, formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa. É autor dos livros Perdi o Medo da Vida pela Editora Celeiro do livro e Obscenas pela Scortecci Editora.




São 26 contos que transitam entre o possível e o provável. Alguns deles parecem fábulas, outros buscam a reflexão em relação as nossas crenças e costumes e, por vezes, me aventuro nos textos futurísticos onde a imaginação é minha única referência.
os contos que apresento nesta obra são ficcionais, porém, nas minhas andanças pelo mundo e na flagrante falta de memória, não reconheço com exatidão onde acaba a realidade e começa a ficção.


Leia Mais ►

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Entrevista com Eliane de Jesus Honório Szpaler - Autora de: A MENINA QUE NÃO QUERIA SER GENTE

É Pedagoga; Artista Plástica, formada em Administração Pública; pós graduada em Gestão Escolar; Educação Infantil e Educação Especial.
Filha única de Nair Gonçalves Honório e José Honório, nascida em Iporã-PR aos 29-12-1972. Antes de assinar EJeHoS, usou os pseudônimos de: E.J.Honório; Ely; Pintora da Natureza; Eliane.
Nascida em Iporã-PR, reside hoje em Jardim Alegre-PR, é  reconhecida nacionalmente em Salões paulistas, cariocas e do Distrito Federal; recebeu troféus como Paul Cezanne e Delacroix e algumas medalhas de ouro pelo reconhecimento a seu trabalho.
Produziu trabalhos autodidatas até 2011, quando cursou a Faculdade de Educação Artística pela UNAR(Universidade de Araras-SP) concluindo em 2012. Também fez curso livre de desenho artístico pelo Instituto Pe. Reus , e aos 10 anos fez outro curso de desenho artístico e publicitário pelas Escolas Associadas aos 14. Em 1994: lecionou pintura para crianças carentes no projeto CEMIC (Jardim Alegre) e pintura sobre tela.
Hoje é filiada da Academia Latino Americana de Arte. Seus temas referem-se à natureza e temas bíblicos.

Uma menina que vive em uma casa cheia de brigas ganha um presente do pai e começa a querer ser bicho para encontrar a felicidade, acaba descobrindo que as coisas não são bem assim.
Embarque nesta viagem na qual as vozes dos animais e das pessoas vítimas de preconceito são igualadas em um apelo onde se caminha por situações que vão ao extremo da alegria, da tristeza, da superação, do amor, do perdão e da aprendizagem sobre como ser uma pessoa melhor a cada dia e fazer a diferença no mundo.

Leia Mais ►

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Entrevista com Cassia Sant' Anna da Silva Dias - Autora de: SIMPLES ASSIM...

Nascida no Rio de Janeiro (RJ) em 18 de maio de 1961, é casada com Rosemberg Pereira Dias.É membro da Assembléia de Deus do Ministério de Madureira. Fez o Curso Regular de Teologia.
É dona de casa, aluna de curso de inglês, pedagoga formada pela Universidade Federal Fluminense,com especialização em Orientação Educacional. Pós graduada em Metodologia do Ensino Superior e Estudos Adicionais em Alfabetização e Classes Especiais (IERJ), com atuação em colégios da rede pública e privada.
Pós-Graduada em Ciências Navais, pela Escola de Guerra Naval,é Capitão-de Fragata (RRm) da Marinha do Brasil, tendo trabalhado no Centro de Instrução Almirante Alexandrino (RJ), no Gabinete do Comandante da Marinha (Brasília), na Representação Permanente do Brasil junto à Organização Marítima Internacional (Londres) e na Diretoria de Ensino da Marinha (RJ).

Cassia gosta de registra o cotidiano simples de uma mulher de 50 e tantos anos, casada, dona de casa, com pais idosos, profissional e estudante.
Cotidiano com conflitos pessoais, dúvidas, inseguranças, conquistas profissionais, relações familiares, a saúde para cuidar,  os fios brancos para serem retocados, recordações da infância, aquela compra que deixei de fazer, a louça na pia, os afazeres domésticos, o cansaço, os projetos pessoais, o casamento aos 44 anos, a ausência de filhos, as aprendizagens no casamento, as derrotas momentâneas, e as vitórias em Cristo Jesus, por exemplo. Cotidiano, às  vezes, tomado por irritabilidade, impaciência e até uma pitadinha de mau humor... Mas tudo vencido quando enfrentados com fé,  esperança, ternura, sensibilidade e, principalmente, à luz da Palavra de Deus.
Leia Mais ►

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Entrevista com Nell Morato - Autora de: ENSAIOS PARA A LUA DE MEL

Escritora brasileira, nascida na serra, em São Francisco de Paula, residente no Estado do Rio Grande do Sul, na cidade de Porto Alegre, a linda capital dos gaúchos. Fabricante de bijuterias artesanais para lojas especializadas. Encerrou a empresa e dedica-se exclusivamente à literatura.  Escreveu o romance: Ensaios para a Lua de Mel, depois se aventurou a escrever contos, crônicas e poesias que publica em páginas na Internet.
Participou de três concursos na Papel D’Arroz Editora, em Lisboa, Portugal e os seus contos incluídos nas Coletâneas, “Cartas de Amor que duram para sempre”, “Eu tenho um sonho” e “Aquela Viagem”, formando uma Trilogia: “Amor Virtual”.
Participou do Concurso Contos de Sedução, da Pastelaria Estúdios Editora, em Lisboa, Portugal, e seu conto foi incluído na Coletânea “Seduz-me”.
Foi jurada convidada num Concurso de contos da Papel D’Arroz Editora, em Lisboa.
Revisora de textos para outros escritores. Administra várias páginas na Internet e com uma amiga escritora possui o site Literárias Mosqueteiras, exclusivamente para assuntos ligados à cultura, educação e literatura.
O romantismo é o tema preferido de seus escritos. Acredita no amor verdadeiro e em relacionamentos duradouros.

É um romance leve e divertido. Que tem o objetivo de entreter e estimular a criatividade de mulheres e homens, casados ou não.
Laura Searom, brasileira, de Porto Alegre no Rio Grande do Sul, em viagem de turismo pela Europa, acaba chegando por engano a Londres, devido a um erro da agência de viagens, que a hospeda em um hotel no aeroporto de Heathrow; Sam Walker, americano, de Los Angeles na Califórnia, está em Londres para um evento cinematográfico e por engano, precisa se hospedar em um hotel no aeroporto de Heathrow.

Leia Mais ►

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Entrevista com Karina Pequeno - Autora de: PALOMA BLUM

Karina Pequeno
É brasileira, natural de São Paulo. Nasceu em 23 de maio de 1994.
Atualmente é escritora. Seu primeiro romance publicado chama-se Paloma Blum.
Desde sempre esteve envolvida no mundo da arte. Sendo eles: desenho, fotografia, música e a sétima arte.
Escreve textos desde os 14 anos, com a intenção de se tornarem roteiros.
Sua primeira obra publicada ocorreu no ano de 2014.
Tem um curto curso de roteiro iniciado e terminado no mesmo ano do lançamento de sua primeira obra.

Paloma Blum
É um livro que surpreende o  leitor. Envolve muito mistério.
O leitor conhece Paloma Blum pelos olhos de Daniel, que a narra a partir do momento em que ela entra na vida dele: trabalhando na mesma loja.
Daniel se prende aos pequenos detalhes: Em um dia age como uma menina, em outro como uma mulher. Ora é culta, ora fala gírias. Ora está formal, ora com um boné.
Daniel começa ter um apego por ela, colocando apelidos em quem se aproxima.
Vê Paloma conquistar do ouro ao diamante, e conforta-a quando dela, só sobra o nome.

Percebe que estar com
Leia Mais ►

sábado, 14 de fevereiro de 2015

13º PRÊMIO LITERÁRIO LIVRARIA ASABEÇA 2014

Foi divulgada a relação de AUTORES pré-selecionados concorrentes ao 13º PRÊMIO LITERÁRIO LIVRARIA ASABEÇA 2014. O resultado final será divulgado até 28 de fevereiro de 2015.

Detalhes em http://www.concursosliterarios.com.br/home.php



Leia Mais ►

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Entrevista com Hernando Feitosa Bezerra (Chagal) - Autor de: SIMPLES ASSIM

Hernando Feitosa Bezerra (Chagal)
É paulistano, filho de Sebastião Francisco Bezerra e Ambrozina Feitosa Bezerra. É formado pela Faculdade Paulistana de Ciências e Letras – SP. Cursou clarinete na Universidade Livre de Música Tom Jobim é Pós-graduado em Docência Superior pelas Faculdades Integradas Simonsen (RJ) e em Gestão e Coordenação Pedagógica pela Universidade Gama Filho (RJ) com cursos de extensão em literatura, linguística e semiótica pela USP. Hernando é Professor na rede pública Municipal de São Paulo e como poeta, adota o pseudônimo Chagal em homenagem ao pintor russo surrealista Mark Chagall. Participou de dezenas de antologias no Brasil sendo a primeira, Poetas Brasileiros de Hoje (1982) pela editora Shogun Arte – RJ. As antologias mais recentes são: Revista Literária Plural – RJ, (2010), Antologia Valeu Professor 2010, ‘Eu me Lembro’ pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, Agenda Poética 2011 pela editora All Print – SP, Agenda Poética 2011 pela Oficina Editores – RJ. Participou também da antologia di letteratura contemporanea multilíngue, (Trento) Itália – 1996 e Circulo de Poesia, (Montevideo) Uruguai – 2003. Chagal tem oito livros publicados: Os Poderosos e as Pombas (1986) Scortecci Editora-SP, Chagal o Poeta que Pariu (1992) Scortecci Editora, Poesia em Tom maior (1994) Scortecci Editora, Ingennus-Nascido livre (1996) Scortecci Editora, Flores para Babilônia (1998) Editora do Poeta/RJ, Cântaro (2002) Scortecci Editora, Cantares (2007) Scortecci Editora, Verso Samurai (2011) Scortecci Editora. Chagal tem alguns prêmios; destacando-se o 1º lugar no XI Concurso de Poesia em Mogi Guaçu 1993, Medalha Cultural E.D Almeida Vitor da Revista Brasília (1994), troféu Francisco Igreja (1996) da Associação Profissional dos Poetas do Estado do Rio de Janeiro (APPERJ), Concurso Poetas do Brasil 2006 (Arte Bahia), Medalha Valeu Professor (2009), Troféu Jacy Donadio 2010 (Casa de Cultura de Santo Amaro), Prêmio Literarte de Cultura (2013). Chagal é sócio da UBE – União Brasileira de Escritores e verbete no Dicionário Igreja de poetas Contemporâneos (1991), Guia dos Escritores Brasileiros ABNL (1997), Dicionário Bibliográfico de Escritores Brasileiros Contemporâneos Adrião Neto (1998). Participou por muitos anos da coluna Diversos Caminhos do jornalista e poeta Zanoto no Jornal Correio do Sul (MG).
Email: chagal@uol.com.br
Blog: http://blogdochagal.blogspot.com.br/

Simples Assim
É uma antologia dos melhores poemas do poeta chagal no decorrer de seus 35 anos de literatura poética. Neste livro encontra-se vários poemas, muitos deles premiados em concursos de poesia realizados pelo brasil afora inclusive no exterior.
O livro é dividido em várias partes com poemas românticos;poemas religiosos; poemas filosóficos, além de vários poemas no estilo Hai Kai.Este é um livro para ser lido com vagar, tranquilamente, absorvendo cada palavra de cada poema como tomasse um gole de maravilhoso licor.

Leia Mais ►

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Entrevista com Julio Cesar Gibrail Tannus - Autor de: RAZÃO E EMOÇÃO

Graduado em Engenharia, sua formação profissional inicial se deu na Light Serviços de Eletricidade, onde ingressou em 1966, desenvolvendo-se durante nove anos, até a posição de chefe da divisão de planejamento e controle orçamentário (Rio de Janeiro e São Paulo). Em seguida atuou em empresas dos segmentos de sistemas de transportes. A partir de 1976, iniciou atividades na área de marketing. Desenvolveu a atividade como professor de Ensino Superior. Assumiu a presidência da Sociedade Brasileira de Pesquisa de Mercado por duas vezes e também seu Conselho Deliberativo. Durante sua trajetória profissional teve exposição internacional em conferências, seminários, reuniões de negócio e absorção de novas ferramentas de análise e de conhecimento especializados. Co-autor do livro Teoria e Prática da Pesquisa Aplicada.

A obra reúne percepções, críticas e comentários do autor produzidos ao longo de sua vida pessoal e profissional. Aborda temas relacionados à imprensa, aos serviços públicos, à legislação, à política, às pesquisas eleitorais, etc.
Em outros momentos, o autor fala de sua infância, do banco escolar, da herança literária deixada por sua mãe e pela cidade de Paraty. Recorda ainda o primeiro encontro com a cidade de São Paulo e das pessoas que o sensibilizaram com suas manifestações artísticas.

Leia Mais ►

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Entrevista com Sebastião Ribeiro - Autor de: &

Nasceu em São Luís (MA) em 1988. Concluiu o curso de Letras na Universidade Estadual do Maranhão em 2013. Participou da antologia do Concorso Internazionale de Poesia Castello di Duino (Ibiskos Editrice Risolo, 2010). Ficou em 2º lugar no 23º Festival Maranhense de Poesia (2010). Participou também da obra Acorde (Scortecci, 2011), com Igor-Pablo e Wesley Costa; Macondo n° 6 (2012); Samizdat n° 39, e Substânsia n° 3 (2014). 
Site: gaveta, galáxia
Contatos:

Apresenta poemas que conversam com a incomunicabilidade, confusão, consumismo, tecnocracias e et coeteras que nos banham os ossos e corações no mundo atual. No viés individual de cada texto há todo um background de motivação moderna que, além da forma, busca nos retratar como seres do/no caos e falta de entendimento do que os padrões são e podem ser. A voz lírica de '&' pretende ser sincera, direta, testemunha e vítima dos dias que nos rodopiam.



Leia Mais ►

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Entrevista com Diva Mendes - Autora de: PEQUENOS ATOS DE GENTILEZA



Diva Mendes esteve conosco no lançamento do Blog, no Espaço Scortecci, em 4 de Outubro de 2014. Ela foi uma das premiadas com uma entrevista ao vivo, que foi ao ar na TV Livro. Veja ao final desta entrevista, esse vídeo.

Diva Mendes
Nascida em Minas Gerais e residente em São Paulo atuou como professora até se aposentar. Escreve desde muito jovem, mas somente a partir de 2009 decidiu participar de concursos literários. Em 2010 lançou seu primeiro livro solo Como Passa o Tempo Passa o Vento. Em 2011 foi nomeada acadêmica pela diretoria da Academia Niteroiense de Belas Artes. Em 2012 recebeu o prêmio Literário Acadêmico Claudio de Souza como melhor cronista através da Literarte, ainda neste ano lançou o segundo livro solo Tulipas e foi premiada com a medalha Prêmio Luso-brasileiro de Contos da Sociedade de Cultura da Ilha da Madeira. Em 2013 participou do 1º Festival de Contos do Rio de Janeiro e recebeu uma condecoração como uma das melhores contistas e medalhas de participações em antologias. Em 2014 recebeu um troféu da Associação Brasileira de Desenho e Artes Visuais, o prêmio Excelência Cultura da ABD em comemoração oficial aos setenta anos da entidade no Brasil. Atualmente divide o seu tempo entre trabalhar como voluntária no Hospital Samaritano e escrever suas crônicas e contos, feliz e agradecida a Deus porque é quem lhe dá toda inspiração.


Pequenos Atos de Gentileza é um livro de contos  do cotidiano que pretende, com muita sensibilidade, deixar à mostra a delicadeza, a fragilidade e a força do ser humano. São contos que falam de alegrias e tristezas, ganhos e perdas, viagens e amor, muito amor.






Leia Mais ►

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Entrevista com Danielli Kolossoski - Autora de: SOBRE O MUNDO

Nascida em São Paulo, na Vila Mariana e formada em Publicidade e Propaganda. Sempre gostou de saber, de aprender. Nunca se conformou com o comodismo das pessoas em relação à vida, com a falta de questionamento e com a normalidade de aceitação do que é imposto. O conformismo não fez parte de seu cotidiano. Sempre enxergando mais além, começou a entender que possuía maior sensibilidade e percepção das coisas. Tendo sua sensibilidade aflorada, passou a analisar o mundo e o seu cotidiano, à sua forma. Aos 16 anos, apaixonou-se pela literatura. Mergulhada em muitas leituras, inicia seu processo de escrita e, a partir daí, participou de diversos cursos de literatura e escrita, palestras, estudos de grupo e muitas pesquisas.
Organizando seus textos, eis que surge aqui esse singelo livreto com seus inícios de escrita.

Um livro  de reflexões, análises, observações. Fala sobre diversos assuntos. Sobre o Amor, amores possíveis, amores impossíveis, amores vividos e não correspondidos. Um livro que trata da realidade assim como ela se apresenta. Nua e crua. Relata a sociedade escravizada em que vivemos, a falta de coragem das muitas pessoas que dentro dela se espremem,mesmo não estando contentes,sobrevivendo. Amadurecimentos sobre a vida,pontos de vista da autora em relação a muitos acontecimentos do cotidiano de todos nós mas, que muitas pessoas nunca parar para se darem conta. Nunca sequer pararam para pensar. Nesse livro, depois de muitas observações, análises e vivências, a autora passa a sua visão de mundo. Tão peculiar como se enxergasse através de uma grande luz ótica onde muitos podem ver, mas poucos conseguem enxergar.
Leia Mais ►

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Entrevista com Paula Dias - Autora de: SUAVE - Um amor sem limites

Nasceu em São Paulo em 1968. Passou a infância e adolescência em Tupã,  interior do Estado. Vive em São Paulo desde o 28 anos. É arquiteta  com especialização em Acessibilidade desde 2004. Casada, uma filha, Paula Dias é apaixonada por cinema e música. Suave é seu primeiro livro.






É um romance de ficção que narra a estória da decoradora Laura Lima, 45 anos, bem casada e mãe de uma menina de 9 anos. Laura leva uma vida pacata, sem grandes emoções, mas é feliz. Até que num determinado momento, a protagonista ousa se reinventar e busca, nos recônditos de sua imaginação, a ânsia de viver um grande amor, pleno de desejos ardentes, delírios e dor.
Nesse pano de fundo de magia e sedução,  dá-se  o encontro casual da personagem com o homem de seus sonhos:  uma celebridade, com estilo de vida totalmente diferente do seu, mas onde ela descobre enormes afinidades. Um encontro apaixonante que transforma o seu mundo e a leva para um cenário de glamour e fama. Essa “felicidade clandestina” passa a conviver simultaneamente  com um forte sentimento de culpa e de medo, gerando uma verdadeira explosão de emoções, com final instigante.
Com uma linguagem fácil e descontraída, a autora remete o leitor, no decorrer do enredo, a lugares e a lembranças de filmes e de músicas que fazem parte da trilha sonora de sua história. O próprio título do livro, “Suave”, é uma alusão à música “Smooth” (que significa suave), faixa do CD Supernatural, do guitarrista Carlos Santana, escrita por Rob Thomas - uma das favoritas que entoam a sua trajetória de vida.
Leia Mais ►

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Entrevista com Vito Marino - Autor de: A GRANDE PIRÂMIDE REVELA A VERDADE

Mora em São Paulo, capital. É empresário, escritor, pesquisador e autodidata em história, religiões e crenças mundiais. É autor dos livros: “Os Messias do Mundo” (2012), “A Idade Média e a Criação do Graal” (2013) e “Os Deuses não eram Astronautas” (2013).







Esta obra trata da história dos maiores ícones da civilização egípcia: suas pirâmides. Mas principalmente sobre a construção da pirâmide do faraó Queóps, mais conhecida como “A Grande Pirâmide”, onde o autor expõe desde a sua engenharia e métodos de trabalho, até as crenças egípcias na imortalidade e nos Deuses, responsáveis por estimular cada pedra colocada na grande estrutura.
O período egípcio tratado nos remeterá à 4ª Dinastia de faraós (2613-2494 a.E.C.), quando o Egito era a civilização mais avançada da Terra.
Nesse caminho, o autor abrange também a evolução das construções, da sociedade e da economia do Antigo Egito.
Queóps construiu a maior e mais perfeita das pirâmides do mundo. Ainda não se conhecia o ferro e a roda, nem havia escravos. Contudo, esse faraó soube organizar o Estado cuidadosamente e impulsionar a economia para realizar uma grande obra. Com ele, os faraós do Antigo Império alcançaram o auge do poder.
Leia Mais ►

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Entrevista com Paraymun Radoesde Motrick - Autor de: FÉ DE MAIS OU FÉ DE MENOS?

Nome literário - Paraymun Radoesde Motrick. - RP: 03241JP – DF - Jornalista formado em Comunicação Social, é membro da Real Academia de Letras do Brasil, da Ordem da Confraria dos Poetas do Brasil, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF e trabalhou como escriturário concursado no Banco do Brasil por um breve período de tempo. Blogueiro por paixão, Patrick já escreveu os títulos:
– Mangá Tropical – Um Estudo de Caso;
– Manual do Escritor Independente e Outros Textos;
– Sob a Luz dos Ensinamentos Bíblicos;
– Apocalipse: Brasília;
– Outros Papos e suas memórias;
– Joias de Brasília – Roteiros de Cinema da Capital;
– Amanhecer na Juventude e o Entardecer na Maturidade;
– Sete.
Além desses títulos, colaborou em mais de trinta antologias de diversos grupos e associações. Recebeu por diversas vezes a comenda e o título do Prêmio Cultura Nacional, que é oferecido todo ano pela Real Academia de Letras do Brasil. Atualmente, escreve textos para o blog Outros Papos.
Leia Mais ►

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Entrevista com R.Roldan-Roldan - Autor de: JUIZ, CASADO, COM FILHOS, PROCURA HOMEM PARA SEXO CASUAL

Nasce na Espanha. É criado no Marrocos. Formação francesa. Cidadão brasileiro. Infância conturbada: é separado dos pais, durante o pós-guerra, devido à perseguição política. Empregado numa empresa de transporte aéreo, viaja pelo mundo. Numa dessas viagens, um marco em sua vida, é detido por engano no Afeganistão, país que o marcará para o resto de sua existência. Em 1996, já gerente de uma multinacional e com três filhos, abandona absolutamente tudo para dedicar-se à literatura.
Come o pão que o diabo amassou, mas, coerente e liberto, assume seu destino e sente-se finalmente digno e em paz. É autor de 25 livros publicados. Os cinco primeiros (três na França e dois no Brasil) são por ele destruídos depois de editados e não constam em sua bibliografia. Sua obra, que abrange romance, conto, poesia e teatro, vai aos extremos. Como sua vida. Com a qual se confunde. Da paixão ibérica, do ceticismo gaulês, do solo islâmico e da sensualidade tropical surge a cor intrínseca de sua identidade, obsessão e tema principal de sua obra.

CONHEÇA UM POUCO MAIS DA MUNDO PRODUÇÕES ACESSANDO:
mundoproducoes.recantodasletras.com.br
cidadaniaaflordapele.blogspot.com.br 
osnossosescritos.blogspot.com.br
Facebook.com.br/Mundoproducoes65
Facebook.com.br/artevida65
google.com/+MundoProduçoes
br.linkedin.com/pub/mundo-produções/70/7bb/1b/

São sete conto, narrados em fluxo de consciência, girando em torno do sexo.
São relatos que fluem saborosamente, concisos e exatos, sem descrições desnecessárias, sem altos nem baixos, num registro que vai do cômico ao dramático, do patético ao sarcástico, e que se encadeiam harmoniosamente, como se fossem capítulos de um romance  episódico compondo um rico painel da sociedade urbana e, por extensão, da condição humana. Assim, desfilam perante os olhos do leitor o amor, o desejo, a solidão, o tempo, e a urgência de viver intensamente antes que a morte chegue
Leia Mais ►

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Entrevista com Chris Bueno - Autora de: A REVOLUÇÃO DO ROCK

Chris Bueno é jornalista e escritora com mestrado em Divulgação Científica e Cultural pela Unicamp. Apaixonada por rock e por escrever, começou sua carreira colaborando para revistas e sites nacionais de música como repórter especial, colunista e crítica musical. Hoje se dedica ao jornalismo científico, mas sem abandonar seu amor pela música.





Conta a história do rock, desde seu nascimento fruto do casamento do country com o blues nos EUA até os dias atuais, em que incorpora toda a tecnologia disponível e se dissemina com rapidez assombrosa através da internet pelo mundo todo. E tudo isso recheado pela conturbada história contemporânea, marcada por protestos, revoltas, conquistas de direitos, quebra de valores e muitas mudanças, em que o rock teve um papel de destaque como trilha sonora de uma geração que mudou a cara do mundo.

Leia Mais ►