quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Entrevista com Vito Marino - Autor de: A GRANDE PIRÂMIDE REVELA A VERDADE

Mora em São Paulo, capital. É empresário, escritor, pesquisador e autodidata em história, religiões e crenças mundiais. É autor dos livros: “Os Messias do Mundo” (2012), “A Idade Média e a Criação do Graal” (2013) e “Os Deuses não eram Astronautas” (2013).







Esta obra trata da história dos maiores ícones da civilização egípcia: suas pirâmides. Mas principalmente sobre a construção da pirâmide do faraó Queóps, mais conhecida como “A Grande Pirâmide”, onde o autor expõe desde a sua engenharia e métodos de trabalho, até as crenças egípcias na imortalidade e nos Deuses, responsáveis por estimular cada pedra colocada na grande estrutura.
O período egípcio tratado nos remeterá à 4ª Dinastia de faraós (2613-2494 a.E.C.), quando o Egito era a civilização mais avançada da Terra.
Nesse caminho, o autor abrange também a evolução das construções, da sociedade e da economia do Antigo Egito.
Queóps construiu a maior e mais perfeita das pirâmides do mundo. Ainda não se conhecia o ferro e a roda, nem havia escravos. Contudo, esse faraó soube organizar o Estado cuidadosamente e impulsionar a economia para realizar uma grande obra. Com ele, os faraós do Antigo Império alcançaram o auge do poder.
No final, veremos que muitos mistérios e mitos formados no decorrer do tempo – sobre a Grande Pirâmide e o faraó que a construiu – caíram por terra. A Ciência soube responder muitas questões que eram intrigantes até há pouco tempo.


Olá Vito. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
A GRANDE PIRÂMIDE REVELA A VERDADE é um livro que reescreve a história da Grande Pirâmide do Egito, também conhecida como “A Pirâmide de Queóps”.
É o relato de uma notável viagem de descobertas, que nos faz enxergar a história desse importante monumento do Egito sob uma nova perspectiva, onde o misticismo e o esoterismo ocidental doentio, cultivado há séculos, não têm mais lugar, sendo substituídos pela pesquisa histórica e arqueológica libertadora dos últimos tempos. Personagens do passado voltam à vida e contam ao Leitor sua incrível história e conquistas. A 4ª Dinastia de faraós, a mais incrível de todas, é mais presente do que nunca, assim como sua herança preservada na história da humanidade.
A ideia de escrever este livro surgiu de duas formas: primeiro, pelo fato de a Grande Pirâmide de Gizé, ter sempre atraído nas pessoas (desde os séculos passados) grande interesse, admiração e gosto pela cultura egípcia, juntamente com seus “efeitos colaterais” como o misticismo e a fantasia. Eu, desde pequeno, também fui atraído para esse universo egípcio, e agora, como escritor e pesquisador arguto, quis escrever sobre isso, com destaque para a História ao invés da ficção. E não a extensa história do Antigo Egito, mas de uma época em particular dela, a “4ª Dinastia”, onde coisas fascinantes aconteceram, deixando marcas profundas na história do Egito e do mundo. Portanto, meu livro se destina a Leitores com igual interesse, tanto científicos quanto místicos (estes últimos, em sua maioria, se desapontarão com o livro). Engloba ainda, os considerados “maníacos pelo Egito”. Enfim, esta obra traz um conhecimento concentrado, de uma época toda especial.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Este é meu quarto livro publicado e com ele sonhos puderam se concretizar, acalmando meu íntimo que desde alguns anos ansiava por colocá-los pra fora. Agora, já mais calmo, terei de repensar minhas ambições literárias e decidir que caminho trilhar... Por algum tempo, no entanto, pretendo atuar na divulgação de minhas obras publicadas para que mais e mais pessoas se tornem Leitoras e apreciadoras do meu trabalho.
Já escrevi 4 livros, tive três filhas e plantei mais de 20 árvores. Me considero feliz.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Acho desanimador e triste. Tudo indica que cada vez mais as pessoas só terão tempo para best-sellers internacionais, celulares, facebook e outras distrações que tomam o pouco de tempo livre que o indivíduo ainda tem.
Porém, duas coisas me animam: os modismos passam e o ser humano está sempre se reinventando... O futuro próximo ainda dirá com mais exatidão o que será do livro e do hábito de leitura.

 Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Isso se deu após eu procurar e pesquisar minuciosamente na web uma Editora competente, com um portifólio rico e que englobasse uma gama de ações em prol do escritor e de sua obra. Desse modo percebi que a Editora Scortecci preenchia estes requisitos e se encontrava num endereço de fácil acesso em minha cidade.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Meu livro merece ser lido e apreciado, pois reúne em uma só obra o amplo universo da Grande Pirâmide do Egito. São 300 páginas. É uma séria pesquisa histórica que desmistifica mitos, lendas e “o querer saber melhor” de pessoas supostamente entendidas no assunto. Espero que meus Leitores se encontrem em minha obra, aprendam o que a História mostrada pelas pesquisas e pela arqueologia desvendaram, e vivenciem bons momentos de sabedoria e lazer. Já aqueles que são reais entendidos em assuntos egípcios poderão apreciar com profundidade a história desse período do Antigo Egito e que estava dispersa, mas que agora foi reunida em um só livro, onde as mais novas descobertas estão presentes e são valorizadas.
Nos últimos meses o Antigo Egito tem estado muito presente na mídia mundial, onde inclusive grandes filmes foram divulgados, atraindo milhões de pessoas para as salas de cinema em muitos lugares. Temos aí “Êxodo: Deuses e Reis” e “A Pirâmide”. Portanto, temos aí a certeza de que o Antigo Egito nunca vai sair de moda, e muito ainda será escrito sobre ele a cada nova descoberta feita, enriquecendo sempre mais a bibliografia mundial.


Obrigado pela sua participação.

Um comentário:

  1. Vito, parabéns pela nova obra. Quero ler esse também. Sucesssoooooooo

    ResponderExcluir