quarta-feira, 1 de abril de 2015

Entrevista com Sandra Russo - Autora de: A AVENTURA DOS LIVROS

Formada em Comunicações e Artes (ECA-USP), natural de São Caetano do Sul.
Em 1995, surgiu a oportunidade de pegar o material que estava pronto desde a adolescência e mostrá-lo nas coletâneas
Novos Talentos da Literatura Brasileira volume I e II da Editora Forever. Foi uma parceria de sucesso.
Na sequencia vieram:
Romantika
Águas de Março
Poetas e Prosadores do Novo Milênio pela Editora Nativa, todos em 2000. O conto infantil O Anjinho Peralta, publicado no mesmo ano, foi vertido para o inglês
pela Brazilian Portuguese Association of Portland Oregon, recebendo o título:
Naughty Little Angel.
Em agosto de 2014, participa da 23ª Bienal Internacional do Livro em São Paulo, lançando “A aventura dos Livros” pelo Grupo Editorial Scortecci e REBRA -Rede de Escritoras Brasileiras, com ilustrações de Mauro Freiras.
.
Prêmios1º Concurso Literário "Fúlvia Tessarolo" 2013
2º Concurso Literário "Fúliva Tessarolo" 2014 - Sociedade Cultural "Amici D'Italia"
XXX Prêmio Nósside Unesco 2014 poema "Espaços"
Em março de 2015 integra antologia ‘’Assim Escrevem as Brasileiras”  um dos destaques  no Salon Du Livre de Paris quando o Brasil é o país homenageado da feira.
Obra publicada pela REBRA também em francês “Ainsi écrivent les brésiliennes”, levando a literatura feminina do Brasil além fronteiras.

A escola onde Camila estuda vai organizar um espaço para leitura.
Os alunos participam visitando uma biblioteca e escolhendo algumas obras.
Seus amigos concordam em fazer a pesquisa no dia seguinte.
Na mesma noite, Camila recebe uma mensagem via skype, em que a bibliotecária faz uma espantosa revelação: os livros desapareceram!
Tendo ganhado vida própria, eles agora circulam por toda a cidade.
Pode ser que um deles esteja aqui e queira conversar com você!
Não deixe passar esta oportunidade.
.
“A AVENTURA DOS LIVROS”, de Sandra Russo, desperta os livros e coloca-os lado a lado com a internet e as redes sociais.
Num mundo onde as informações são consumidas e descartadas rapidamente, ainda há lugar para a literatura clássica e o fascínio da fábula?
Olá Sandra. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Obrigada pelo convite para falar no Portal do Escritor. O livro discorre sobre a paixão pela leitura, a aquisição do conhecimento e o lugar da fábula frente às informações produzidas e descartadas rapidamente, que dominam nosso cotidiano.
A ideia de escrevê-lo surgiu da observação: todos nós somos muito exigidos pela internet e pelas redes sociais. Muitas vezes ficamos exauridos, sem condições de apreciar com calma um bom texto.
Ele pode ser lido por crianças a partir de nove anos, mas se dirige também aos pais, aos educadores, que podem explorar a obra sobre muitos ângulos, tanto na aula de português, como história, inglês, geografia.
Também é voltado aos bibliotecários, que tem um papel dinâmico no enredo.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Não, não é o primeiro livro. Sem contar minha participação em antologias, é o quarto.
Tampouco é o sonho realizado. O projeto desejado é publicar uma trilogia, um romance histórico, que tem como pano de fundo a história recente do Brasil. Uma obra extensa, necessitando provavelmente de patrocínio.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Acabamos de tocar numa das dificuldades da vida como escritor em nosso país: é preciso investir muito e nem sempre o escritor pode, ele geralmente tem uma atividade paralela.  Mesmo assim sou otimista. Com perseverança e algum planejamento é possível publicar. O gargalo está na distribuição, na visibilidade, colocar o livro em destaque nas livrarias, num cubo, por exemplo, ou realizar uma campanha de marketing.
Com relação à valorização da leitura, ela passa por muitas etapas.
A mais importante é o exemplo ou incentivo dentro de casa. Depois temos os educadores. A forma como o professor apresenta o que é um livro, faz toda a diferença na maneira como a criança, que será o leitor de amanhã, sentirá a leitura, quer seja usando o livro físico ou uma plataforma eletrônica.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Cheguei até a Scortecci através da REBRA. Recebi da Scortecci todo o apoio que precisava, contando com profissionais comprometidos e atenciosos. Tenho certeza de que será uma longa parceria.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Todo escritor necessita de um feedback, positivo ou negativo.
O livro é um convite ao fascínio de ler, escrever e compartilhar.
Um livro ganha vida quando o leitor chega.

Obrigado pela sua participação.


2 comentários:

  1. Sandra, parabéns pelo livro e a entrevista! Um beijo da Eliane

    ResponderExcluir

  2. Tenho muito orgulho de ser seu amigo. Deus ilumine a tua jornada.

    ResponderExcluir