quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Entrevista com Cristina Gama Loddi - Autora de: ADVÉRBIOS COTIDIANOS


Paulistana, com formação em Matemática. Casada, 2 filhos. Atuei na área de informática por 10 anos no Banco do Estado de São Paulo. Desde muito jovem já escrevia poemas e reflexões que foram surgindo da observação do comportamento humano. Em 1996 deixei a área de informática e passei a desenvolver trabalhos voluntários em diversas áreas. Há 9 anos tomei conhecimento da Síndrome de Williams, e em uma visita de Natal à ABSW – Associação Brasileira da Síndrome de Williams, conheci a Jô Nunes, passando a ser voluntária da ABSW. A partir de então, fui me engajando junto a essa e outras causas. 

“Todo ser humano, em seu âmago, busca a felicidade. Todos nós possuímos o desejo de manifestar o bem, mesmo que ainda não saibamos por onde e como começar. Somos semelhantes e uma coisa é certa: em algum ponto da nossa vida olhamos para dentro de nós, buscando a felicidade, desejosos por respostas, no emaranhado de sentimentos que não sabemos bem ao certo aonde nos levará. Dentro dessa proposta, buscamos a transformação que nos leve à essência, tornando-nos felizes  e, consequentemente, quem está à volta. E assim, surgem reflexões que manifestam-se através de sentimentos, na jornada pela vida. Advérbios Cotidianos propõe soluções simples em busca de uma conduta serena e responsável para se alcançar o autoconhecimento e transformação, vivenciando as experiências do dia a dia nos caminhos que cada um deverá seguir.”
Olá Cristina. É um prazer contar novamente com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor, agora falando de seu mais recente livro: Advérbios Cotidianos.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Este livro é recheado com pequenos textos, deliciosos recortes de experiências cotidianas, poemas, dicas e conselhos, gotas de simplicidade e calma.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Eu escrevo desde a adolescência. Gosto de escrever textos que tragam uma mensagem de motivação para que possamos nos tornar pessoas melhores, sempre visando a ética e a fraternidade.
Meu primeiro livro foi Mãe Coragem em coautoria com Jô Nunes. Agora estou trabalhando em uma biografia como Ghost Writer. Já iniciei um novo projeto com a Jô Nunes e muitos outros virão.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Temos que trabalhar muito a questão da educação no Brasil. Sem ela não existe futuro para o país, e claro isso influenciará diretamente no mercado literário.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Por indicação de uma amiga.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?

Acredito que meu livro mereça ser lido por duas razões principais: Primeiramente porque eu o escrevi com muito carinho, e através de uma linguagem simples, trago uma palavra de incentivo para todos aqueles que procuram um caminho  pleno e feliz para viver. Em segundo lugar porque a renda do livro é revertida para a divulgação da Síndrome de Williams, e o leitor estará nos auxiliando nesse projeto.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário