sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Entrevista com José Vicente Jardim de Camargo - Autor de: AOS 70

José Vicente Jardim de Camargo
Natural de São Paulo/SP, 70 anos, engenheiro químico com doutoramento na Alemanha onde viveu por 9 anos, aposentado desde 2010, casado, 01 filha.









Nos seus contos, crônicas e poesias, o autor revela a essência de seu pensamento, a beleza de seus sentimentos com leveza, bom humor e muitas vezes com ternura. Histórias de vida em família, sobre relacionamentos, sobre o amor onde apresenta soluções inusitadas e divertidas para as surpresas que surgem na simplicidade de situações do dia a dia. Ao longo dos textos retrata também, com detalhes, aspectos da paisagem histórica, geográfica e cultural de diversos lugares. O resgate das memórias do passado dá força ao presente tecendo reflexões e críticas sobre as transformações da sociedade com criatividade e a "liberdade de dar idéias à imaginação".

Olá José Vicente. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Seleta de contos, prosas e poesias. A ideia surgiu depois de inscrever-me no curso "escreviver" do clube alto dos pinheiros (www.oficinadetextosescreviver.blogspot.com.br) e o desejo de marcar/comemorar  meus 70 anos. Então selecionei o material que escrevi que mais me agradou. Público alvo é o adulto em geral.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Sou natural de São Paulo/SP, 70 anos, engenheiro químico com doutoramento na Alemanha onde vivi por 9 anos, aposentado desde 2010, casado, 01 filha. Gosto de praticar esportes - tênis, natação, trilhas, canoagem, byke - sou bastante observador com o meio que me rodeia focando principalmente o comportamento das pessoas e a natureza. Meu primeiro livro em conjunto com outros participantes do curso acima foi "o segredo de cada um"- dezembro 2013. Quanto a escrever outros livros ou projetos literários vou com a música "deixa a vida me levar...".

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
No meu caso particular não escrevo com objetivo financeiro, mas por satisfação pessoal, sem pretensões mercadológicas. Dado ao pouco contato do brasileiro com a literatura, devido a falta de incentivos desde a escola até a televisão e também devido as condições econômicas, chega a ser frustrante para um escritor não ter seu trabalho reconhecido.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Por indicação de escritores conhecidos.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Deixo ao leitor dizer se o livro merece ser lido e por qual razão. Para mim é uma literatura suave, fácil de ser lida, um tanto irônica, com pitada de humor, podendo iniciá-la/terminá-la em qualquer página em poucos minutos. Uma literatura para relaxar/descansar a mente do estresse diário.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário