sexta-feira, 4 de março de 2016

Entrevista com Glauce Teodoro de Moraes - Autora de: OS OLHOS DA ALMA

Glauce Teodoro de Moraes
32 anos, paulista, casada, mãe dos gêmeos Marcella e Davi Luiz, formada em Administração de Empresas, pós-graduada em Gestão de Negócios e Psicopedagogia Clínica, atualmente dedica-se à criação dos filhos, à família, ao trabalho e a sua carreira de compositora e escritora. Escreveu os livros: Caminhos da felicidade; Não pense, apenas lute; entre outros projetos. Tem uma vida bastante agitada, mas ama tudo que faz e procura executar com carinho e amor. Após algumas premiações como escritora, Glauce voltou a escrever com vigor, pois garante que é umas das coisas que mais lhe proporciona tranquilidade e bem-estar porque, além de expor suas experiências, ela ajuda inúmeras pessoas com suas reflexões e seu positivismo. Dedica aos leitores cada mensagem do livro Os olhos da alma e deseja que todos façam uma boa leitura.

Os olhos da alma
Que cada palavra deste livro Os olhos da alma preencha seu coração com paz e esperança... Que, durante essa leitura, você possa refletir sobre a sua importância e o seu valor para Deus e para o mundo... Que sua fé cresça a cada amanhecer e que coisas boas aconteçam tornando seus dias felizes e sua vida repleta de bênçãos. Obrigada pelo apoio! Deus abençoe você e sua família! Um forte abraço!







Olá Glauce. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Reflexões, pessoas que buscam a paz interior através da fé e do amor a vida.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
É o terceiro livro escrito individualmente, o primeiro foi Caminhos da felicidade em 2004, segundo Não pense, apenas lute em 2006 e agora em 2016 Os olhos da alma, tenho participações em outras obras com outros compositores, letras de músicas e muito outros trabalhos.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Eu escrevo por amor e pelo dom da escrita, me entristeço por não ser um trabalho valorizado, umas vez que escrever e ler é o principio básico da educação para todos os seres humanos.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Através do Google.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Merece ser lido, por pessoas que amam a Deus, buscam paz interior, tranquilidade e restaurar a fé através de experiências do dia a dia.


Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário