quarta-feira, 16 de março de 2016

Entrevista com Iris Sampaio - Autora de: QUANDO OS CAMINHOS SE CRUZAM

Escritora e poeta, natural de Aracoiaba (CE), mora em Fortaleza (CE). Contadora e especialista em Gestão Pública pela Universidade Estadual do Ceará – UECE, atua como técnica da Fundação Beto Studart de Incentivo ao Talento. É membro correspondente da Academia de Letras e Artes de Goiás, da Academia de Letras e Artes de Fortaleza e do Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Lisboa. É também membro da Rede de Escritoras Brasileiras – REBRA, e membro fundador da Academia de Letras e Artes de Salvador, cadeira 33. Gosta de escrever romances, onde a ficção mistura-se à realidade. 
Premiações: 
Prêmio Literarte 2014 na categoria Melhores Poetas, Ouro Preto (MG).
Homenagem: Moção de Congratulação da Câmara Municipal de Aracoiaba (CE), 1996.
Honra e Mérito: Comenda Castro Alves por sua colaboração à Cultura Lusófona Mundial – Literarte 2014.
Obras Significativas:
A Busca da Felicidade (2004);
A Força do Amor (2012);
Criar, Empreender e Amar (2014);
É também organizadora do livro Gestão Pública – Uma Abordagem dos Procedimentos Administrativos – Fortaleza: Escola de Saúde Pública do Ceará (2007);
Participou das antologias Encontro Lusófono – Contos, Poesia e Crônicas em Língua Portuguesa – Lisboa: Mágico de Oz (2014); Lindas Lendas Brasileiras – REBRA (2014); 5ª Antologia Poética da Academia de Letras e Artes de Fortaleza – Ceará (2014);
Compõe a obra Enciclopédia de Artistas Contemporâneos Lusófonos – 8 Séculos da Língua Portuguesa – Literarte (2014).

O propósito do livro Quando os caminhos se cruzam é mostrar que é possível enfrentar, lutar e vencer todos e quaisquer obstáculos que porventura possam surgir na vida do homem, principalmente, quando o foco de cada um é, antes de tudo, o amor à vida. A trama mostra que tudo é possível de ser alcançado, desde que se tenha a consciência dos valores morais, espirituais e éticos que contribuem para que verdadeiros heróis da paciência, da superação, da fé e do perdão, vivam o verdadeiro amor a partir da beleza do próximo como forma de tornar o mundo cada vez mais humano.


Olá Iris. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O tema central é acima de tudo o amor à vida.  A narrativa é um convite para ser feliz a partir da pratica do amor e da caridade. È a chamada através da ficção a uma viagem para o mistério da vida onde se vê o bem e o mal, a fome e a fartura, a crença e a descrença, a perseverança e a fé.  Em meio a tudo isso, buscar força e determinação para se tomar uma decisão para se vencer e viver o verdadeiro amor na sua plenitude, a partir da riqueza do amor de Deus e da beleza do próximo, como forma de tornar o mundo cada vez melhor.  A trama mostra que tudo é possível de ser alcançado, desde que se tenha a consciência dos valores morais, espirituais e ético.
A ideia surgiu a partir da observância do dia a dia de pessoas com ansiedade na busca da felicidade, em alguns casos, utilizando-se de meios e ferramentas que na maioria das vezes, afastam dos seus valores morais, espirituais e roubam a conscientização  de que a vida é mais simples, quando se acredita no Ser Supremo e nas riquezas espirituais que existem no interior de cada um, que proporciona a verdadeira felicidade para se viver uma vida de paz, de dignidade e de amor.
Pretende-se atingir o coração e alma de um público que tem a sede de amar e de ser feliz.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Escritora Cearense. Nasceu em Aracoiaba e mora em Fortaleza. Especialista em Gestão Pública. Atua como técnica da Fundação Beto Studart. É membro da REBRA. Correspondente da Academia de Letras e Artes de Fortaleza e Lisboa-Portugal.
Escrever é algo muito forte que está arraigado na minha alma. É um dom que recebi de Deus.  Quando estou desenvolvendo um projeto literário me entrego de corpo, alma e coração. Sou uma pessoa simples, determinada e feliz. A família e os amigos são os verdadeiros tesouros desta vida.
O livro Quando os Caminhos se cruzam é o terceiro de muitos. O primeiro livro foi A Busca da Felicidade, depois vieram A Força do Amor e Criar, Empreender e Amar. Tenho participação em varias antologias, dentre elas, as da REBRA.
Tenho como meta continuar escrevendo com temas que toquem no coração e na alma das pessoas como o amor, a esperança, a caridade e a compaixão, como forma de contribuir para o crescimento do homem, como pessoa e como cidadão.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
O Brasil tem excelentes escritores. Alguns alcançam o sucesso com mais facilidade. Em linhas gerais, não tem sido fácil. Como escrever para muitos é um dom, um prazer ou a realização de um sonho, a determinação, a criatividade e a capacidade o impulsiona a caminhar mais uma milha na estrada literária. O Brasileiro é um guerreiro, por isto não desiste.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Graças a Deus existem no Brasil instituições sérias e respeitadas como a Rebra que com maestria nos abre oportunidade para se trilhar no caminho literário. Com muito orgulho sou membro da REBRA que permitiu conhecer e fazer parceria com a Scortecci Editora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Escrevo como missão de contribuir para o bem e a felicidade do próximo.  Acredito na mudança do homem que recebe de Deus todas as bênçãos e ferramentas para se viver feliz e o passaporte é o amor, a esperança, a caridade e o perdão. São esses valores e ensinamentos que os leitores vivenciarão através do enredo da trama do livro Quando os Caminhos se cruzam. Vale a pena conferir!
Desejo a todos os leitores uma linda e bela viagem e que todos os ensinamentos engrandeçam suas vidas e que possam viver o verdadeiro amor a partir da beleza do próximo como forma de tornar o mundo cada vez mais humano.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário