segunda-feira, 25 de abril de 2016

Entrevista com José Manoel Dressler - Autor de: ALMANAQUE DOS ARTILHEIROS

É jornalista profissional formado pela Faculdade de Comunicação Cásper Líbero. Trabalhou em São Paulo nos jornais A Gazeta Esportiva, Popular da Tarde, Diário Popular, Folha da Tarde e Agora São Paulo. Começou a carreira no jornal A Gazeta Esportiva fazendo a cobertura dos clubes do interior de São Paulo, onde adquiriu bastante experiência e respeito. No Popular da Tarde e no Diário Popular também teve um bom espaço para divulgar o futebol do interior. Na Folha da Tarde e no Agora São Paulo cobriu os grandes clubes de São Paulo (São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Santos e Portuguesa). Cobriu várias corridas da Prova Internacional de Atletismo da São Silvestre, além de ter participado no jornal  A Gazeta Esportiva, do caderno especial comemorativo do 50º aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932.

O jornalista e historiador José Manoel Dressler fez uma pesquisa profunda sobre os grandes artilheiros do mundo em todos os tempos e descobriu jogadores talentosos, que fizeram muitos gols em toda a sua carreira profissional. O objetivo principal deste livro foi resgatar os grandes artilheiros anônimos do passado, que muita gente não sabe quem foram e nunca ouviram falar, mas se tornaram astros de quinta grandeza em suas épocas. Vocês vão se surpreender com a quantidade de jogadores que fazem parte da história do futebol mundial, inclusive jogadores que fizeram mais de mil gols. Para conseguir reunir todos os dados coletados, Dressler fez uma viagem virtual pelo túnel do tempo, por todos os continentes, país por país, clube por clube, colhendo material importante para a elaboração do Almanaque dos Artilheiros. Este, sem dúvida alguma, será de grande utilidade para jornalistas esportivos e amantes do futebol, que gostam de números e estatísticas.

Olá José Manoel. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
É um livro histórico sobre futebol. Fiz uma pesquisa sobre os maiores artilheiros do mundo em todos os tempos. A ideia foi aproveitar todo o material que consegui na minha pesquisa, que por sinal, é inédita, preenchendo uma lacuna existente no jornalismo esportivo. Esse livro se destina a todas as faixas etárias, principalmente àqueles que gostam de pesquisas sobre futebol, números e estatísticas.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Esse é o meu primeiro livro, um sonho que consegui realizar. Mas não pretendo parar por aí. Já tenho outros projetos e comecei a escrever um segundo livro, que considero tão importante como o primeiro. Acredito ter capacidade e aptidão para me dedicar a esse novo caminho dentro do jornalismo esportivo, escrever sobre um assunto que domino perfeitamente, contribuindo para o jornalismo esportivo.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Percebi que é muito difícil um escritor de livros viver dessa profissão. E para que isso acontecesse, teria que vender muitos livros. Infelizmente percebi que o brasileiro não tem o hábito da leitura e que nem todo mundo costuma comprar livros. Muita gente espera receber o livro de presente do que valorizar o trabalho de um escritor que leva muitos anos nas pesquisas para poder apresentar uma obra de qualidade para o público leitor.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Através de uma amiga, Marina Marino, que me falou da Editora Scortecci, e da amizade que tinha com o João. Inicialmente falei para ela sobre o tema do meu livro e a quantidade de páginas. Ela logo percebeu que era um livro de ótimo nível no mercado esportivo e que não teria condições para publicar esse livro. Aí ela me falou do João e da editora dele. A partir daí mantive contato com ele e chegamos a um acordo.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Sem dúvida alguma o meu livro merece ser lido, principalmente pelas pessoas que curtem futebol. O conteúdo é muito atrativo e tem informações que com certeza vão agradar aos amantes do futebol e para aqueles que gostam de números e estatísticas. Além do mais é um livro inédito e reúne informações importantes sobre os grandes artilheiros que fazem parte da história do futebol mundial.

Obrigado pela sua participação.


Um comentário:

  1. A matéria saiu excelente.Parabéns ela divulgação do meu trabalho.

    ResponderExcluir