segunda-feira, 30 de maio de 2016

Entrevista com Ricardo Alexandre Marangoni - Autor de: O PROFESSOR COORDENADOR PEDAGÓGICO E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Ricardo Alexandre Marangoni
É bacharel, licenciado e mestre em Geografia pela PUC/SP, licenciado em Pedagogia pela UNIBAN, especialista em Gestão Escolar pela USP, mestre e doutorando em Educação pela UMESP. Atualmente ocupa o cargo de Diretor de Escola (SEE-SP) e Professor da FACON.






Este livro baseia-se em um trabalho de conclusão de curso realizado em 2012 pela Universidade de São Paulo (USP) em parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE-SP). A pesquisa foi desenvolvida em uma escola pública, e teve como propósito investigar o papel do professor coordenador pedagógico na formação de professores. A partir das experiências vividas discutimos a prática do professor coordenador pedagógico, no sentido de provocá-lo à reflexão sobre o seu trabalho. Nesse sentido, destacamos que os procedimentos utilizados nesta pesquisa podem servir de ideia para que outros professores e gestores reflitam sobre suas práticas.

Olá Ricardo Alexandre. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro trata do trabalho do professor coordenador pedagógico na escola pública. Ele originou-se de um trabalho de conclusão de curso (Gestão Escolar), realizado na Universidade de São Paulo. Destina-se aos gestores, educadores e estudantes da área de Pedagogia.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Atualmente realizo o Doutorado em Educação e minha tese aborda as representações sociais dos gestores escolares. Tenho como propósito transformar as minhas produções acadêmicas em livros. Este é o segundo livro publicado. Almejo compartilhar os resultados com os profissionais da área para que reflitam sobre suas práticas.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Acredito que seja necessário incentivar os estudantes e cidadãos em geral à leitura e escrita. O ofício de escritor enfrenta dificuldades no nosso país, mas é preciso insistir na construção de um caminho que valorize a literatura. A escola é um espaço privilegiado para que possamos desenvolver o gosto pela leitura e escrita.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Através de uma colega, que me incentivou a escrever um texto para a "Antologia Palavras Abraçadas", da própria editora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
O livro merece ser lido porque provoca o leitor a refletir sobre as dinâmicas da escola e o papel do professor coordenador pedagógico. Nos dias de hoje, pensar a escola e seus atores é fundamental para que (re)criemos práticas mais significativas. Fica o convite à leitura. Um forte abraço!

Obrigado pela sua participação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário