segunda-feira, 11 de julho de 2016

Entrevista com Ricardo Mois Baracat - Autor de: O JOGO VIROU

Ricardo Mois Baracat
É casado e possui um casal de filhos. Engenheiro mecânico, pós graduado em Administração de Empresas, com MBA em Gestão de Negócios e possuiu certificação em Marketing pela Universidade da Califórnia. Atua como gestor na área industrial e é obcecado pelo comportamento humano.






O Jogo Virou
Quando somos questionados sobre nossa alma, lembrem-se: nós não temos uma alma. Somos uma alma. Temos, sim, um corpo.

Este livro trata magistralmente a questão da redenção de uma alma humana. A vitória do bem versus mal e a conquista da confiança de uma alma enfraquecida, através da fé, da generosidade e das realizações.





Olá Ricardo. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Tive esse ideia a anos atrás e resolvi consolidar alguns detalhes para poder colocar no papel. Trata-se de uma história de um filho mimado pelo pai, que ao se defrontar com adversidades da vida, precisa da ajuda de seu finado pai para seguir em frente.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Esse é o primeiro livro de muitos. Já tenho o projeto de mais 2 em minha mente. Estou muito feliz de ter concluído esse projeto.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Acho que fazer é vida como escritor é uma coisa e colocar a atividade de escrever um livro em sua vida é outra coisa completamente diferente. Realmente não é nada fácil viver disso.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Recebi a indicação de um amigo. Vandi Dogado.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Mensagem de fé, generosidade e coragem.


Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário