terça-feira, 27 de setembro de 2016

Entrevista com Raquel Rodrigues - Autora de: AMNÉSIA



É paulista de Jundiaí, formada em Administração de Empresas pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul. Vive em São Paulo, palco de suas histórias. Este é seu segundo romance, sendo "Tensão no Ar" o primeiro.









Kelly e Letícia são duas médicas que vão à praia, em um fim de semana, em busca de descanso e relaxamento. Porém Thor, o labrador de Letícia, localiza um homem inconsciente e ferido gravemente na cabeça. Cumprindo o dever ético de sempre lutar pela vida, as médicas socorrem o homem, levando-o imediatamente para o hospital. A neurocirurgiã Kelly o opera, e o paciente entra em coma. Inicia-se então uma investigação para descobrir a identidade dele. Quando, finalmente, o homem desperta, ele não se lembra do que aconteceu. "Amnésia" traz a saga desse homem, de sotaque estrangeiro, em busca de respostas. Quem atirou em sua cabeça? Por quê? O que ele fazia no Brasil? E, principalmente, quem é ele? Curiosa e interessada, a doutora Kelly se empenha em ajudá-lo. Ela só não imagina o que está por vir...

Olá Raquel. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Trata-se de um suspense policial. Escrevi um livro chama do "Tensão no Ar" que agradou as pessoas e me incentivaram a escrever um segundo livro. Decidi encarar o desafio e nasceu "Amnésia", meu segundo livro. As histórias são para um público adulto.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Em princípio era como "plantar uma árvore", mas agora alguns amigos já me pedem um terceiro livro. É bastante provável que eu escreva.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Sou principiante, não tenho referência de "vida de escritor", mas espero que cada vez mais pessoas leiam vários livros e que a cultura melhore no país de modo geral.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Tive a indicação de um amigo.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Acredito que sim porque as pessoas tem gostado, e à quem se aventurar a ler o meu livro, garanto que terão algumas horas de emoção e deleite.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário