sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Entrevista com Merari Tavares - Autora de: 597 CARTAS DE AMOR


Nasceu em São Paulo, em 7 de agosto de 1990. Musicista. É graduada em Letras, licenciada em Língua Portuguesa e Língua Inglesa, pela Faat – Faculdades Atibaia e extensão em Produção Editorial – Unil – Universidade do Livro. Autora dos livros: Rháuwey – Uma Escola do Barulho; Florência – A Borboleta que virou Bailarina / Presentes de Natal – A Árvore Mágica; Minha Namorada Virtual e 30 Minutos com um Estranho. Recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Destaque especial: o nome de Merari Tavares foi chancelado na placa de metal no Museu Conde de Linhares – São Cristóvão – RJ – Centro de Expressões Culturais – Antologia Histórica em Homenagem ao Conde de Linhares (Rio de Janeiro, 9 de outubro de 2012). Além de livros que escreve, adora ler! Lê muitas obras, de múltiplos autores, em especial, romances e aventuras.
Blogs da autora: 


Quando retornou das férias de final de julho, Kamila Bertolini não imaginava a confusão em que estava prestes a se meter. Entre convivência e namoro, ela e Leonardo Fernandes já estavam juntos havia mais de cinco anos, e até faziam planos para se casar. Porém, quando ela conhece Gustavo Mattos, um jovem um ano mais novo (17 anos de idade), durante o trajeto para o curso e se tornam grandes amigos, o seu namoro é colocado em risco. O que fazer quando seu melhor amigo parece se tornar mais interessante que seu namorado? Gustavo não medirá esforços para conquistar seu coração, mesmo sabendo que ela namora há anos e tenha levado um xeque-mate ao saber que não teria nenhuma chance com ela. Robusto, cabelos castanhos, corpo atlético e aquela barba por fazer – que fazia Mila suspirar – esse é o Gustavo.

Calmo, tranquilo, alto, magro e tímido... Ah! Esse é o Léo, o garoto que conquistou o coração de Mila aos 14 anos de idade, mas que agora está prestes a perdê-la para um novo grande amigo. Ela que tem um coração enooorme, escritora apaixonada que tem uma alegria contagiante e mil histórias para contar, cheia de carinho e atenção com qualquer pessoa; que é romântica, cheia de sonhos, sonha com o príncipe encantado e tem uma inspiração que faz virar história ou livro tudo o que vê... Essa só podia ser a autêntica protagonista da história: Mila Bertolini. 597 Cartas de Amor, amar e recomeçar... Vale a pena tentar?

Fiquei encantada quando o vi, não vou negar. Ele era tão atraente... Quando desci do ônibus e o procurei, mas não o encontrei, fiquei curiosa para saber quem era aquele que, em tão poucos segundos, fez meu coração acelerar, mesmo eu namorando outra pessoa. Ah, aquela sensação me perturbou muito! Quando cheguei à escola, não tive dúvidas de ir até aquele jovem sentado mexendo no celular e questionar se porventura não era o mesmo do ônibus. Eram tão parecidos...

“Quando amamos de verdade, ainda que não possamos ter a pessoa que desejamos ao nosso lado, nós abrimos mão daquilo que mais queremos para que a outra seja feliz. Mesmo que isso signifique não fazer parte da vida dela.”
Merari Tavares

Olá Merari. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro 597 Cartas de Amor é o romance real que virou livro. A história é cronológica! Inicia-se no ano de 2003, quando Kamila Bertolini se apaixona por Leonardo Fernandes. Contudo, quando retornou das férias de final de julho no ano de 2008, ela não imaginava a confusão em que estava prestes a se meter. Entre convivência e namoro, ela e Leonardo Fernandes já estavam juntos havia mais de cinco anos, e até faziam planos para se casar. Porém, quando ela conhece Gustavo Mattos, um jovem um ano mais novo (17 anos de idade), durante o trajeto para o curso e se tornam grandes amigos, o seu namoro é colocado em risco. Ainda assim, Gustavo não medirá esforços para conquistar o coração de Mila, sem se importar com o namorado Leonardo que também a ama.
O interessante deste livro é que ele alcança desde os adolescentes até os adultos, pois como a história é cronológica, os personagens vão amadurecendo com o passar dos anos, e isso faz com que o leitor se identifique durante essas mutações e até mesmo compare e relembre as fases de sua adolescência.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Eu sou formada em Letras e Produção Editorial. Minha paixão pela escrita nasceu quando tinha 13 anos, que foi quando escrevi meu primeiro livro. Meus pais sempre me incentivaram a ler e cresci com muitos livros em volta de mim. Porém, o sonho de publicar meu primeiro livro só veio a acontecer oito anos depois.
Este é o meu sexto livro! E podem ter certeza de que ainda virão muitos outros. Aliás, já existem alguns aguardando o momento certo para nascer!

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Bem, infelizmente no Brasil não existe muito incentivo em relação à cultura e à educação. Contudo, já podemos observar que esse gráfico está aumentando a cada ano. A tecnologia avançou, e de certa forma, as pessoas estão lendo mais, seja livros físicos ou e-books. Isso não importa! O importante é que tenhamos cada vez mais leitores.
E é claro que na vida de todo autor, principalmente para aqueles que estão ingressando nessa carreira, soa um pouco desanimador, pois qual é o escritor que não deseja ser lido? Concorda que o escritor só será “considerado” um escritor se ele tiver leitores? É uma cadeia, um depende do outro.
Sendo assim, temos que nos unir cada vez mais e propagar nosso trabalho. Vale ressaltar que alguns autores acreditam que escrever um livro é o suficiente e que o trabalho acaba por aí. Ledo engano, pois é aí que o trabalho começa: o autor e a editora juntos deverão difundir a obra para o mercado. Se ficar parado esperando que as coisas cairão do céu.... Ah! Não vão mesmo! Temos que fazer a nossa a parte.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
A Editora Scortecci é uma editora bastante conhecida. Já a conhecia, porém não com tanta propriedade. Tive a oportunidade de conhecê-la melhor através de um curso que realizei na Escola do Escritor e conheci, hoje meu editor, o querido João Scortecci, que abriu as portas para mim e me fez um convite. E hoje estou aqui, muito honrada em fazer parte desta equipe como autora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Claro que todo autor responderá que seu livro merece ser lido. Afinal, acredito que nenhum autor escreva para ficar guardado na gaveta (risos). Os livros são escritos para serem lidos, e assim fazer com que as experiências e conhecimentos sejam compartilhados.
O meu livro 597 Cartas de Amor, como já mencionado, é um romance real. Assim, este livro é todo especial uma vez que nele estão os mais profundos e sinceros sentimentos de uma jovem que provou do amor verdadeiro, que apesar dos anos, as lembranças de todos aqueles momentos vividos e compartilhados, jamais serão deletados de sua memória.
É um livro que registra as mais diversas sensações e sentimentos tais como: a paixão, o amor, a felicidade, as dúvidas, a insegurança, o ciúmes, a saudade, e uma frase-chave que serve de reflexão para todos os leitores “E se você tivesse escolha de mudar o passado?”.
Resumindo: são experiências reais que proporcionarão ao leitor diversos momentos de reflexão quanto as nossas escolhas. Vale a pena ler!

Obrigado pela sua participação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário