sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Entrevista com Cilene Maria de Oliveira Costa - Autora de: JOÃO, BROTINHO DE FEIJÃO

Cilene Maria de Oliveira Costa
É formada em História e mestre em Educação: História, Política, Sociedade. Atualmente é Coordenadora Pedagógica na rede pública estadual e professora universitária no curso de Pedagogia.







Este talvez seja um livro com pinta infantil, porém acredito que possa ser inspirador para os adultos. Se, por um lado, pode ser a primeira história de um novo ser, por outro, pode ser um incentivador aos pais ou pretendentes a formar uma família, a escrever sobre suas expectativas quanto a nova fase da vida. Fase esta que inicia-se a partir do momento em que se decide ser responsável direto por alguém que não seja si próprio.

Olá Cilene. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro remete ao surgimento de uma nova vida por meio de uma metáfora e as expectativas que se tem ao esperar que essa vida brote. Conta a história da família Trico e a espera de João, um brotinho de feijão.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Tenho o projeto de um livro acadêmico, que relate parte da pesquisa que realizei em meu mestrado, investigando casos de sucesso escolar em camadas populares.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Acredito que é uma luta contínua que não podemos abandonar. Devemos continuar escrevendo e divulgando, assim incentivando o ato tão prazeroso de ler.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Por meio de um amigo que publicou pela Editora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Sim claro! Pois é um livro dotado de sensibilidade, que pode ser lido por crianças e adultos.
A mensagem que deixo é para as pessoas ao menos experimentarem fazer deliciosas viagens que os livros podem proporcionar.

Obrigado pela sua participação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário