sábado, 3 de dezembro de 2016

Entrevista com Francisco Epifânio Ferreira - Autor de: POESIAS EPIFÂNICAS


Nasceu em Campo Maior, Piauí, em 1964. Filho de uma família com seis irmãos, foi criado por seus avós maternos. Sua avó Rosa era parteira de mão cheia e ajudou muitas crianças a virem ao mundo. Epifânio a ouvia sempre, muito alegre, declamar poesias, rimas e versos a cada acontecimento ou momento especial. Seu avô, também alegre e brincalhão, não ficava para trás, sempre cantando por onde passava cantigas de bumba meu boi repletas de rimas. Inspirado e apoiado pelos avós, aos doze anos escreveu seu primeiro poema. A partir daí se apaixonou pela palavra e começou a ver beleza e poesia em tudo. Mais tarde esses poemas o ajudaram a conquistar sua segunda paixão: sua esposa Francimar. Concluiu o segundo grau em São Luís do Maranhão e então seguiu para uma vida de trabalho e desafios profissionais e pessoais na capital paulista, onde atualmente trabalha como técnico de ar condicionado. Os desafios de São Paulo não mudaram o Epifânio, que ainda hoje anda com os seus cadernos de rascunho para sempre registrar, em forma de poesia, sua maneira particular de ver a vida. Este livro é a realização de um sonho há muito tempo alimentado.
Claudia Maria Lopes

Conheci o Epifânio em um dia de muito calor! [...] Laços de amizade estabelecidos, começamos a conversar com mais frequência sobre seus poemas. Como ele se inspirava, quando escrevia, onde registrava e quantos eram os poemas, se havia incentivo por parte da família, amigos, etc. Em uma destas conversas descobri que seu maior sonho era publicar um livro, mas ele não tinha a menor noção do processo e dos custos envolvidos e achava que seria difícil realizar esse sonho. Eu pensei comigo mesmo: 
– Vamos dar uma olhada se podemos ajudar em alguma coisa. Foi nesse momento que este livro começou a existir [...]. Falamos do nosso projeto com o Epifânio, que ficou muito contente e ao mesmo tempo com medo. Várias vezes antes já haviam tentado ajudá-lo e nunca conseguiram chegar até o fim. Será que desta vez seria diferente? [...] Quase um ano depois, podemos dizer ao Epifânio:
– Desta vez foi diferente! Este sonho não precisa mais ser sonhado, pois hoje é realidade. A partir de agora, Epifânio, você pode começar a sonhar um novo sonho...
Luiz Garcia Escórcio

Olá Francisco. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Poesias. Criando um clima mais alegre no dia a dia de trabalho.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Tenho 4 livros, três filhos e já plantei Árvores.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Uma espécie de terapia. Viver sempre a sonhar com os sonhos não criar tantas expectativas financeiras.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Lendo livros de Escritores da editora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Eu creio que em toda leitura feita seja de escritores renomados ou não, temos algo a ganhar aprender ou exemplos a seguir.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário