quinta-feira, 11 de maio de 2017

Entrevista com Ricardo Ferreras - Autor de: A ORQUÍDEA E A PHILOSOPHÍA

Ricardo Ferreras 
Nome literário de Ricardo Pompeu Ferreras. Nasceu em 1975 na capital de São Paulo. Profissional de Tecnologia da Informação, estudou Matemática e fez pós-graduação em Gerência de Projetos. Estuda Filosofia e admira a Natureza. Foi com a sogra que aprendeu a cultivar e cuidar de orquídeas. Hoje cultiva, estuda e escreve sobre o assunto nos sites Orquidofilia (orquidofilia.com.br) e As Orquídeas (asorquideas.com.br). a Orquídea e a Philosophía, seu primeiro livro publicado, é resultado de estudo e observação do cultivo dessa espécie de planta.

Meados de 2014, junto de amigos num orquidário... O que são orquídeas? De onde vieram? Para que ou por que estão aqui? Que exemplos podem nos dar? Por que a colecionamos? Por que a queremos perto? Essas são algumas das perguntas que me faço quando estou estudando as orquídeas. No mundo todo, pessoas sentem atração por elas. Não sabemos bem se são pelas suas cores, que podem ser branco-neve, lilás, vermelho ou ainda cores que não definimos muito bem. O fato é que todos falam, por exemplo: “Aquela que é rosa com tons de vermelho!”. Pode ser pela forma (redonda, triangular ou ainda em forma de pentágono) ou pelo perfume que exala, a partir do qual cada um de nós descobre uma sensação, uma lembrança diferente. Descubra esse mundo novo das orquídeas e da filosofia.

Olá Ricardo. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Meu livro é o resultado da minha observação das orquídeas e da filosofia que tudo nos compreende. Desde que comecei a cuidar de um orquidário, meus amigos e eu, sempre divagamos sobre a Natureza e seus mistérios e assim surgiu minha ideia de escrever minha primeira obra. Quanto ao público, acredito que caiba a qualquer pessoa que um dia admirou algo na Natureza.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
É meu primeiro livro, sim. Mas estou pensando já no segundo volume.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Acredito que a vida de escritor não é fácil, mas como sou determinado apoio a iniciativa de novos escritores e editoras. É como dizem água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Sempre acompanho os cursos na internet e recebi uma mala direta sobre o curso de escritor e como eu estava quase terminando minha obra, convidei minha esposa e fizemos o curso juntos. Um belo incentivo para terminar e publicar.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Sim, deve ser lido e sentido.
A Natureza sempre faz melhor.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário