terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Entrevista com Neila Martelli Toledo de Campos - Autora de: AMOR E MÚSICA

Nasceu em Bandeirantes (PR), em 22/12/1969. É professora de Português e Inglês, e organiza oficina de haicais com seus alunos todos os anos. Em 2002 foi premiada na categoria Destaque, no XIX Jogos Florais de Bandeirantes,com o tema “Abraço.” Em 2003 foi premiada na Categoria Destaque, no XX Jogos Florais de Bandeirantes,com o tema “Tempo”,e obteve o primeiro lugar no Concurso de Haicais promovido pelo Grêmio Haicai Vida Verde, em Cornélio Procópio. Escreve contos, crônicas , poesias e romances. Em 2006 lançou o livro de haicais “Natureza em Versos”.

Raquel é uma jovem universitária de classe média alta que sonha em ser cantora. Victor é um rapaz pobre, morador de um bairro perigoso, que sonha em terminar os estudos, arrumar um emprego melhor e mudar com seus pais e irmãos para outro bairro. Raquel e Victor. Dois jovens que , aparentemente, não têm nada em comum. Um dia, seus caminhos se cruzam e eles se apaixonam. Mas, por pertencerem a classes sociais diferentes, a família de Raquel se opõe a esse amor. 


Olá Neila. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.


Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Trata da história de amor entre dois jovens de classes sociais diferentes, cada um com seus sonhos, cujos caminhos um dia se cruzam. A família da jovem se opõe a esse amor, pois o rapaz pertence a uma classe social inferior e mora em um bairro perigoso. Surgiu, inicialmente, a ideia de escrever sobre uma moça que tem o sonho de cantar músicas em inglês. Para escrever a história, precisei construir a personagem: sua personalidade, o que ela pensa, as pessoas (família e amigos) que a rodeiam. Também quis escrever sobre os preconceitos que sofrem os jovens que moram em bairros considerados perigosos, e a violência a que estão expostos. Assim, surgiu o romance entre Victor e Raquel, que é fio condutor de toda essa história. Minha obra destina-se, principalmente, aos jovens, e a todos que gostam de ler histórias de amor e superação.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Sou professora de Português e Inglês. Para falar sobre poesias a meus alunos, pesquisei sobre a trova e fiz oficina de trovas com meus alunos. Assim, passei a escrever trovas também, e a me aventurar no mundo da escrita. Comecei a escrever haicais, contos e crônicas. Todo ano faço oficina de haicais com meus alunos. Em 2006, lancei um livro de haicais de forma independente. Este é o primeiro romance que escrevo e pretendo escrever mais. Já estou escrevendo meu próximo romance, mas está em fase de rascunho ainda.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
O escritor deve ter outra profissão, ter muito amor à escrita, e ter a consciência de que não vai ficar rico vendendo livros. Escrevemos porque gostamos de contar histórias.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Fiquei sabendo da Scortecci por indicação de uma escritora que já publicou livros com esta editora, a haicaísta Neide Portugal. Assim, mandei o e- mail à editora perguntando sobre publicação de livros.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Meu livro conta uma história atual, não só de amor, mas também sobre a banalização das letras de músicas, o problema das drogas e a crescente violência até mesmo em cidades pequenas. A meus futuros leitores, uma mensagem especial: não desistam de seus sonhos!

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário