Grupo Scortecci

Scortecci: Uma História de 34 anos!
A Scortecci nasceu em agosto de 1982, uma sexta-feira 13, na Galeria Pinheiros, loja 13, na Rua Teodoro Sampaio, 1704, em São Paulo, Capital.
Edita, imprime e comercializa livros em pequenas tiragens.
Em sua história, conserva os mesmos objetivos e propósitos desde a sua fundação: publicar livros, promover concursos e prêmios literários, realizar recitais e eventos culturais, organizar antologias, incentivar o hábito da leitura, difundir a cultura e o conhecimento através de cursos, palestras e oficinas literárias.

Fazem parte do Grupo Editorial Scortecci: Scortecci Editora, Fábrica de Livros, Pingo de Letra (infantil), Gráfica Scortecci, Espaço Scortecci, TV Livro, Escola do Escritor, Livraria Asabeça e os portais na internet Amigos do Livro, Portal do Escritor, Blog do Escritor e Concursos e Prêmios Literários.

Oferece os serviços de edição e publicação de livros, revisão e leitura crítica, divulgação e promoção de livros e autores, lançamentos e seções de autógrafos, eventos literários e culturais, cursos e palestras, oficinas literárias, antologias e coletâneas, catálogo de publicações, sites e portais na internet, comercialização de livros (Sistema Livroscort), prêmios e concursos literários e consultoria em negócios com livros.
Nos últimos anos, a partir de 2005, a Scortecci ampliou suas parcerias. Foram desenvolvidos projetos com a UBE - União Brasileira de Escritores, REBRA - Rede de Escritoras Brasileiras, Parceiros do Livro, RR Donnelley, AN - Agência de Negócios, Livrarias Cultura e Martins Fontes, GSC Eventos Especiais e Canon do Brasil.
Hoje a Scortecci edita, em média, 2,5 título por dia. São mais de oito mil obras em primeira edição. Seus autores estão espalhados por todos os estados brasileiros e também em países da Europa, Américas do Norte, Central e Sul, Oceania e África.

Desde 1994, a Scortecci marca presença na Bienal Internacional do Livro de São Paulo, com estande próprio e programação intensa. Foram onze participações, de 1994 a 2016, e uma no Salão do Livro de São Paulo em 1999.
Além das antologias que circularam tradicionalmente nas Bienais do Livro de São Paulo desde 1994, a Scortecci já organizou mais de sessenta outras coletâneas, sempre com o objetivo de revelar novos autores e promover a literatura brasileira.
Nos últimos anos, a Scortecci tem investido com empenho na formação e na contratação de bons profissionais, além de aprimorar cada vez mais seu trabalho editorial e gráfico, com a compra de máquinas e equipamentos de última geração.

É a Scortecci mostrando o seu diferencial.
A Scortecci organiza anualmente três concursos literários: Prêmio Literário Livraria Asabeça, Prêmio Canon de Poesia e Concurso Literário Amigos do Livro.
Ao longo de sua existência, a Scortecci foi laureada com alguns prêmios importantes. Em 1986, Prêmio Jabuti, categoria Poesia, outorgado pela Câmara Brasileira do Livro, com Canteiro de Obras da escritora Ilka Brunhilde Laurito.
recebeu o 
Foi ainda finalista do Prêmio Jabuti, por mais cinco vezes, com as obras: E Vou e Vamos Águas Emendadas (1998) de Izacyl Guimarães Ferreira, Compasso Binário (1999) de Geraldo Pinto Rodrigues, Um Homem e suas Sombras (2002) de Samuel Penido, Cheiro de Terra - Contos Fazendeiros (2009) de Lucília Junqueira de Almeida Prado, e Sagração do Alfabeto (2010) de Leonor Scliar-Cabral.
Pela APCA - Associação Paulista dos Críticos de Arte recebeu os seguintes prêmios: Autor Revelação (1990), com a obra Memorial de Inverno do poeta Paulo Sampaio, e Melhor Livro do Ano (1992), com O Tecedor e sua Trama de Francisco de Oliveira Carvalho.
Em 2007 recebeu o Prêmio Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional na categoria Melhor Romance, com a obra O Tempo Físico de Idalina Azevedo da Silva.
Em 2008 recebeu o Prêmio Academia Brasileira de Letras para melhor livro de poesias, com Discurso Urbano de Izacyl Guimarães Ferreira.
A Scortecci é sócia das principais entidades do livro no Brasil: Abigraf - Associação Brasileira da Indústria Gráfica, ANL – Associação Nacional de Livrarias e CBL – Câmara Brasileira do Livro.
Os livros publicados pela Scortecci são comercializados pela Internet através das livrarias Asabeça, Cultura e Martins Fontes. Possui uma Central de Logística, no bairro de Pinheiros, São Paulo, com infraestrutura completa para atender em até 48 horas qualquer solicitação de compra.
O sistema de prestação de contas é online e a conta-extrato do autor pode ser acessada pela internet através de login e senha.  Tudo muito simples e rápido, 24 horas por dia, de qualquer lugar do mundo.
Trilhar passo a passo o caminho da criação à edição, incentivando novos talentos é o objetivo da Scortecci: razão e essência de sua existência.

João Scortecci, fundador do Grupo Editorial Scortecci, nasceu em Fortaleza, Ceará, em 1956. Veio para São Paulo em 1972, onde reside até hoje.
Fez sua estreia na Revista Poetação (FAU-USP), em 1973, com a poesia “Mulher de Rua”.
É escritor premiado: Prêmio Sesquicentenário da Independência (1972) e Prêmio Itajaí de Poesia, com o livro O Eu de Mim (1982).
Tem onze livros publicados, que somam mais de 40 edições, com destaque para as obras A Morte e o Corpo, O Eu de Mim, Água e Sal, Na Linha do Cerol, A Maçã que Guardo na Boca, Guia do Profissional do Livro (coautoria com Maria Esther Mendes Perfetti), e os livros infanto-juvenis As Aventuras de Olga Wap, O Touro de Ouro, O Peixe Voador e A Pulga Elétrica.
Foi membro da CNIC, Ministério da Cultura, Lei Rouanet, Área de Humanidades, de 1996 até 2007, Diretor-Adjunto da Câmara Brasileira do Livro, por duas vezes, e Vice-Presidente Administrativo e Financeiro da entidade, no biênio 2002/2003.
É membro do GE-DIGI de do GE-EDITORIAL da Abigraf, Diretor do Espaço Scortecci, docente da Escola do Escritor, editor do Portal Amigos do Livro, consultor, palestrante e especialista nas áreas de impressão digital, livros sob demanda, direito autoral, marketing editorial e mercado editorial brasileiro.

Um comentário: