quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Entrevista com Chaguinha do Biá - Autor de: RIO PURUS

Chaguinha do Biá
Nome literário de Francisco das Chagas Teixeira Souza. É professor, poeta popular, ornitófilo, ilustrador e fotógrafo, nascido no seringal Vitória, em Lábrea, no dia 15/07/1957. Veio para a cidade aonde conviveu com familiares e amigos de infância até a idade de 19 anos na Rua 14 de maio nº 2.500. Filho de Franklin Teixeira de Souza (conhecido como Biá) e Maria Bezerra de Souza (conhecida como Polônia).



O Sexagésimo primeiro livro intitulado RIO PURUS – O ESTRADÃO, aqui apresentado aos amigos leitores, é uma obra que faz parte do Poeta Amazônida Chaguinha do Biá, que pretende não só contribuir para uma nova visão, como também criar leitores cada vez mais engajados com a causa do nosso meio ambiente amazônico.






Olá Francisco. É um prazer contar, novamente, com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro trata das belezas do Rio Purus.
A ideia de escrever surgiu quando eu fiz várias viagens pelo rio.
Destina-se ao público que protege a preservação da Amazônia.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Eu sou professor e filho da cidade de Lábrea-Am.
Eu pretendo continuar escrevendo as belezas da Amazônia.
Eu já estou no 70º livro publicado pela Scortecci.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Para ser escritor no Brasil, só tendo muita perseverança.
Pois as pessoas não têm o hábito da leitura.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Eu cheguei até a Scortecci, através de um amigo da cidade de Lábrea, que já tinha publicado um livro pela Editora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Sim, porque eu descrevo as aventuras da Amazônia. Espero que esta simples e pequena obra elaborada com muito amor, venha de forma muitíssimo agradável contribuir com os leitores de todas as classes da nossa sociedade.

Obrigado pela sua participação.

Um comentário:

  1. Caro Chaguinha,
    Bom dia. Gostaria de adquirir um exemplar do seu livro Rio Purus o estradão. Como fazer? Cordialmente,

    Wenceslau (wgt007@gmail.com)

    ResponderExcluir