quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Entrevista com Cléber Leandro Nardeli - LUKITO E O CROCODILO... PUM!

Premiado em diversos concursos literários. Pós graduado em Direito, atua como Analista Judiciário no Tribunal Regional Federal da Terceira Região. Adora aprender com as crianças, tem a vida como o maior dos milagres e acredita que o amor é o único bem imperecível.

O crocodilo do zoo chama a atenção do público com o barulho de suas passadas: PUM! PUM! PUM! Mas Lukito suspeita que há algo estranho no ar...E...de uma forma inteligente, que agradará adultos e crianças, ele dá uma aula de alegria, cultura e descontração!



Olá Cleber e Lucas. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Quando eu estava prestes a ser pai, comecei a me preocupar com os diversos aspectos relacionados à educação infantil, entre eles, a linguagem. 
Queria evitar, por exemplo, que meu filho ficasse adulto e me chamasse de Créber, como um amigo que cresceu sem que tivesse a oportunidade de cuidar dessa dificuldade na fala.
Outro exemplo que me preocupava muito era o fato de constatar que algumas crianças próximas ao meu círculo familiar e de amizade não conseguiam pronunciar a palavra "refrigerante", simplesmente suplicavam por "uco", "quero uco, papai!". 
Pode parecer muito fofo, de início, ouvir uma criancinha falando assim. E é mesmo! Mas será que não era devido a esse tipo de educação da linguagem que poderia levá-lo a ficar pronunciando Créber, quando crescesse?! Por que não ensiná-lo a pronunciar "refrigerante", desde criança: "Filhinho, refrigerante faz mal à saúde! Vou fazer uma limonada!"
Assim, passei a diferenciar a educação de meu filho, evitando muitas palavras infantilizadas que poderiam levá-lo a dificuldades diversas na socialização futura. 
Ora, é meio chato ouvir seu filho dizer na frente de todo mundo: "Papai, o tio Misael peidou!" Da mesma forma que não é nada agradável vê-lo soltando um arroto dos mais estrondosos à mesa do jantar com os amigos.
Tudo está adstrito ao procedimento educacional.
Será que não existia uma palavra mais suave para meu filho usar nessas ocasiões? É muito difícil educar meu filho desde os primeiros anos ensinando-o a utilizar a palavra mais adequada, no sentido de ser a menos constrangedora, em determinadas situações do convívio social?
É possível sim!
Provei ser possível, divertido e interativo! 
E foi assim que surgiu a estória LUKITO E O CROCODILO...PUM! 
Uma estória espontânea, criada durante as atividades lúdicas desenvolvidas com meu menino, numa parceria amorosa entre pai e filho!
Assim, de forma clara, simples e divertida, nasceu um livro que traz uma proposta educacional inédita, cujo resultado prático demonstra que a ideia deu certo com os autores e dará com todas as famílias que abrirem o coração para essa obra que revolucionará o Brasil e o mundo!
A quem se destina?!
A todas as crianças, sim! 
Incluindo aquelas que insistem em se ocultar atrás de seus corpos adultos!
Lukito é apaixonante! Não tem idade!

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
A palavra tem poder, e quero compartilhá-la com minha geração e com o mundo.
Leio e escrevo muito, desde criança.
As letras me levaram ao sucesso da aprovação nos mais concorridos concursos públicos do Poder Judiciário no Brasil.
Fui premiado em diversos concursos literários, também, e já tenho trabalhos espalhados em várias antologias.
Por isso, posso dizer que já tinha realizado o sonho de publicar o primeiro livro.
Quanto a plantar uma árvore, meu amor à natureza me rendeu o título escolar de Protetor do Verde (guardo a carteirinha até hoje de quando eu estava na sexta série!). Assim, além de plantar árvores, eu era responsável por sua proteção, ao redor do colégio em que estudava...
Ter um filho foi a momento mais mágico que vivi e que vivo.
Eu já tinha um sonho em mente que era escrever livros infantis. Mas fiz questão de aguarda a chegada de meu filho para isso, pois seria a parceria ideal. 
Logo, LUKITO E O CROCODILO...PUM! é o primeiro livro que escrevo com meu filho, Lucas, hoje com sete anos. 
Porém, a estória nasceu de uma forma espontânea, num momento de interação lúdica, quando ele tinha apenas 3 anos.
Meu filho e eu brincávamos na sala de leão, de tartaruga, de sapo, de bode, de ... crocodilo!
Sim! Foi ao brincar de crocodilo que descobri que meu filho havia aprendido o que eu achava impossível, num primeiro momento. 
Surgiu uma estória divertida, engraçada e educativa!
Demos à luz ao personagem LUKITO, que inaugurou seu primeiro LUKITO E O CROCODILO...PUM! que está alegrando o coração de crianças e adultos!
Mas nosso personagem não para de viver suas aventuras!
E uma série de livros estão aguardando na fila de impressão para se tornarem livros cada vez mais maravilhosos! 
Guardem esses nomes pois serão os próximos: INSPETOR LUKITO E O CASO DA BRUXA DO TOC-TOC!, INSPETOR LUKITO E O LOBISOMEM DO MEIO-DIA, AS AVENTURAS FUTEBOLÍSTICAS DE LUKITO e muito mais!
Lukito é simpático, empático e generoso. Pretende levar a bandeira brasileira do sorriso e do saber por todo planeta. Nesse sentido ele é também ambicioso.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Passei a infância na periferia mais pobre da cidade de Araçatuba, na época.
Nasci num berço pobre.
A escola estadual em que iniciei meus estudos era também muito pobre.
Mas havia uma pequena biblioteca, com poucos livros.
E foi minha professora da terceira série, Iva Barbosa Martins, o primeiro anjo a semear sonhos no meu coraçãozinho, ensinando-me o valor dos estudos e da leitura. Ensinando-me o caminho da humilde, mas biblioteca! Ensinando-me o poder da biblioteca, o poder oculto das palavras, das ilustrações, a poesia contida em cada página de um livro.
Assim, se o Brasil não se interessa pela leitura, pelos livros, é porque sua educação é falha.
Nem todas as crianças e adultos tiveram a sorte de conhecer Dona Iva. A eterna tia Iva, que há semanas ligou para mim, com seus 82 anos, me agradecendo pelo exemplar de LUKITO E O CROCODILO...PUM! que eu lhe enviara, autografado. Ela me agradeceu chorando, orgulhosa de ver seu aluno da periferia publicar livros e seguir uma linda carreira no Tribunal Regional da Terceira Região. Mas eu lhe disse, também chorando, que era eu quem deveria agradecê-la. Sou eu quem lhe deve gratidão! Pois ela quem me ensinou a amar a leitura, a amar os livros, a amar a vida, a amar as pessoas.
Pois a leitura é todo esse amor que se espalha, que nos toca.
A leitura é caminho de vitórias.
E, se a nossa política não consegue grassar essa mensagem às pessoas, cabe a nós, escritores, leitores, editoras e demais amantes do livro, unir-nos e fazê-lo. Inclusive modificando essa política!
Amar os livros e a leitura é ato que se aprende.
Mamãe, Dona Iva, Dona Valderez, Dona Tomoko... foram anjos que me ensinaram, ou melhor, muniram-me com esse poder! 
E eu estou disposto a ensinar e a aprender. Estou fazendo com meu filho.
Permita que essa alegria adentre seu coração, o coraçãozinho de seu filho, o de seu vizinho, o de seu amigo de trabalho.
Ajude a espalhar a semente de LUKITO pelo mundo! 

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Conheci a Scortecci pela internet quando participei de um concurso literário organizado por ela.
Na ocasião, fui um dos premiados, recebendo dez exemplares da antologia publicada e um Diploma de Menção Honrosa, o qual é honrado em meu escritório!

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
O livro tem como protagonista LUKITO, o menino de ar questionador, socrático, elucidativo. 
É a criança que vive na alma de cada criança. Na criança que nunca morre na alma adulta. Na criança que estava adormecida no peito da correria cotidiana. 
Lukito é atemporal. É cultura que se interlaça, é arco-íris no liquidificador que produz o suco alvo da paz e da união!
Lukito é uma série sem fim de livros para crianças de 0 a 200 anos!
É mensagem criativa, inédita!
É amor de pai e filho trabalhada na mão do Oleiro!
Ultrapassa a mera expectativa do conhecimento e da criatividade. 
É semente de esperança e de sonhos ornada pelo simples. Pelo aparentemente simples, mas não por isso superficial.
Lukito é profundo. É percuciência. É ciência!
Lukito é sabedoria! Lukito é ela entre Salomão e Francis Bacon. Lukito são ideias platônicas e sentido aristotélico!
Lukito é busca pela satisfação. É respeito pela saúde, pela natureza.
Pelo próximo.
É empatia. E telepatia.
Lukito é semente de motivação e de sonhos.
Lukito é Cléber Leandro Nardeli e Lucas Leandro Campos Nardeli com o universo de Deus no coração!
Por tudo isso, será que não merecemos sua oportunidade de sermos lidos a fim de que, juntos, vivamos a felicidade?!

Obrigado pela sua participação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário