domingo, 9 de dezembro de 2018

Entrevista com Alex Moura - Autor de: NÓRDICOS

Nasceu no dia 24 de março de 1978, na cidade de Surubim, Estado de Pernambuco. Casado com Eduarda Lima de Almeida Queiroz; pai de dois filhos: Emyli Laiana Queiroz e Pedro Rafael Queiroz; Reside atualmente na cidade de Santa Maria do Cambucá - PE. Professor de História, filosofia e Sociologia no Colégio Nossa Senhora do Amparo, Surubim - PE, Licenciatura Plena em História pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru (FAFICA); Pós- Graduação em História do Brasil; Especialização em Teologia, publicou em 2014 a obra: As flores nascem por amor (Editora Scortecci).

Surgimos como névoa nos abismos da vida e quase sempre estamos seguros do que fazemos e do que faremos. Esta obra foi escrita nos dias 06 e 07 de abril de 1998 e adaptado nos dias 27 e 28 de fevereiro e 01 de março de 2015 e readaptada no mês julho de 2015, que fez em mim uma nova fase de sonhos e de realizações.
Imaginava como era os tempos dos reinos vinkings dos guerreiros e navegadores magnificantes. Fortes reis soberanos e de suas façanhas religiosas; o mito dos deuses, das princesas que traziam no seu ego o amor e o ódio, o poder e a vingança; das magias dos monges ou dos bruxos; a busca das riquezas no brilho das pedras escondidas nas façanhas das descobertas. 
Como não poderia nascer e viver naquela época minha imaginação me fez nascer e viver. Nas minhas “ilusões” fazia de mim alguém que assistia cada feitor. E , assim desenvolvi este singelo livro com muita simplicidade mais com muito carinho. No princípio fiz do título OS REIS: o renascimento da liberdade. Viajando ainda mais na histórias mitológicas renovei o título como: OS NÓRDICOS, do amor vem à liberdade. Homens que se tornaram reis jovens depois de cada destino realizado entre espinhos e flores, entre a morte e a vida e principalmente por lutas realizadas por vingança e por amor. Enfatizando o caminho do amor para a libertação de um povo. Para uma libertação familiar; da vontade de querer sempre renascer entre as cinzas a felicidade.
A mensagem deste livro reflete no amor que podemos oferecer a cada um. Foi explorado também no abismo da ganância que nos faz viver dias de lutas. Enfim, construí uma história para viajar no tempo e estudar um dom que nunca podemos abandonar: o livre acesso a imaginação para desenvolver comigo A EMOÇÃO, transmitindo para a sua sensível vida esta missão de amar, com a total confiança libertária de qualquer dor ou angústia.
Desejo a todos uma viajem para um mundo onde iremos enxergar até que ponto o sentimento poderá nos afetar quando o amor e o ódio tentam se superar um contra o outro e principalmente quando fazemos isto sem temer. 
Lembre-se: “Seja a favor da sua imaginação e clame por liberdade e esta liberdade lhe oferecerá oportunidades para amar”. 
Para você, amigo leitor: Os Nórdicos, do amor vem à liberdade.


Olá Alex. É um prazer contar, novamente , com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro traz um romance que relaciona em uma época de guerreiros o duelo entre o amor e o ódio na era dos vikings.
A ideia veio para descobrir este mundo viking tão rico em formações de povos e de lutas; rico em formação de poderes e de guerras doutrinárias religiosas;
O público alvo; ADOLESCENTES e ADULTOS.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Hoje sou educador, ensino as disciplinas de história, sociologia e filosofia. Mas pretendo conquistar um sonho: ser contratado por uma editora e viver escrevendo, realizando palestras e vendendo livros.
AMO escrever é o maior divertimento ou lazer que existe. Ser escritor é ser completo na vida. 
Este é o segundo livro, o primeiro foi um romance italiano com o título: AS FLORES NASCEM POR AMOR.
Tenho ainda mais três projetos quase prontos que serão: Brayan o último anjo; Eu estive ao seu lado (a história da minha esposa sobre a vitória contra o câncer); "CASSAÇÃO" ( a volta do cangaço). 
Quero ser escritor sempre, e ser meu ofício; pretendo lançar a cada ano um livro. Minha vida é relacionada ao mundo mágico da escrita e da imaginação.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
MUITO DIFÍCIL. Mas com esperança que tudo possa mudar. Porém, através da tecnologia creio que é uma porta ampla, "gigantesca" para trabalhar incentivando e procurando novos leitores. Porém, é necessário que a editora possa convidar seus escritores para participação de eventos e premiações literárias. Acho que a editora tem que ter uma relação aberta com o escritor e divulgá-lo em feiras literárias, palestras, bienais, etc. 
A editora e o escritor devem estar juntos para o incentivo literário e não esperar pelo Estado.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Através da internet; sites.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Sim. Por trazer emoção. Os leitores que já leram o livro "viajaram" e sentiram muita emoção pela trajetória de personagens que lutaram em uma cultura violenta a favor do amor. O misticismo, a religião, a cultura viking...um leque cheios de caminhos improváveis da história. Garanto que você não vai dormir sem completar toda a leitura do livro. 
Minha mensagem é: Incentivo aos escritores, precisamos muito de vocês. Suas críticas são de grande importância para o futuro e para os sonhos destes "guerreiros" escritores. Leiam e divulguem; amem a literatura; façam valer a pena a leitura e leve para a sociedade a ética, o respeito de sermos o futuro da educação brasileira.

Obrigado pela sua participação.

Um comentário: