quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Entrevista com Edimilson Eufrásio - Autor de: PARA TODA A VIDA!

O autor tem 48 anos de idade, é natural de Americana/SP, é jornalista e membro titular da Academia Jahuense de Letras. Eufrásio é autor das obras: Lágrimas de Poeta; Regressando além das Letras e Uma vez Poeta, eternamente Poeta. 
Com 11 anos de idade, Edimilson Eufrásio vencia o primeiro concurso de poesia que participou. Foi um evento promovido por uma emissora de Rádio de Americana/SP, pelo apresentador da época Geraldo Pinhanelli, em homenagem ás mães. Em 1993, Eufrásio recebeu o título de Cidadão Mineiros-Tieteense, da cidade de Mineiros do Tietê-SP. Em 2001, recebeu o prêmio de TV Serviços Canal 21 de SP, como “Troféu Destaque” na área de Empresário Artístico 1999 – Em 04/12/1999 foi homenageado pela Revista Túnel do Tempo, nos 100 anos do Butantã, com o Diploma de Cidadão do Butantã de São Paulo. 
Como autor, recebeu Menções Honrosas nos anos de 2002, 2003, 2004, 2005 e 2006 pelo Clube de Letras de Barra Bonita/SP e ainda, recebeu Menção Honrosa em 2014, pelo IV Prêmio Cultural Ronald Golias de São Carlos/SP. E em 16/11/2017, conquistou o 1º Lugar do VIII Festival Pérolas da Literatura promovido pela Prefeitura do Guarujá/SP. 
Eufrásio teve participação em obra que foi destaque na 25ª Bienal Internacional de São Paulo, que foi realizada no Anhembi, com a coletânea que reuniu a participação de poetas de todo o Brasil. Essa obra foi lançada pelo editora do Grupo Editorial SCORTECCI e recebeu o nome “O Silêncio das Palavras”.

Do começo ao fim, a Obra é só poesia. Os textos são narrados com linguagem que permite transcender ao real e também ao imaginário.
O poeta Edimilson Eufrásio surge como uma promissora revelação do mercado literário brasileiro e também nos países lusófonos, onde começa a ingressar com suas obras. Neste ano, lança esta que é a sua quarta obra: “Para toda a vida!” que é, antes de mais, uma homenagem à sensibilidade daqueles que gostam da poesia de qualidade.
O livro de 152 páginas, a ser lançado pela Editora Scortecci, com sede em São Paulo. O prefácio do atual título é assinado pelo professor acadêmico e Presidente da Academia Jahuense de Letras Mauriney Eduardo Vilela que considera Eufrásio um “Observador participante”.
Ainda de acordo com Vilela “...existem os poetas epidérmicos, cuja sensibilidade os levam à poesia de maneira avassaladora, irrecorrível. É o caso de Edimilson Eufrásio. Sua poesia é filha de uma percepção refinada que busca, em tudo, o encantamento e a solidariedade”. Vilela acentua eu é “... escritor, como o Edimilson, mas sinto que se desprende desse livro que você tem em mãos, um grau de calor humano que os meus escritos não conseguem alcançar. 
Edimilson Eufrásio em impressões – transformadas em poesia – fazem dele aquilo que os antropólogos chamam de ‘observador participante’. E finaliza: “De certa forma, suas poesias não são mera ilustração de como são as pessoas no Brasil contemporâneo, mas a essência de uma brasilidade histórica. Brasilidade apresentada por imagens que parecem desconectadas, cambiantes, limitadas, mas que foram aproveitadas, muitas vezes, de maneira genial!
Para toda a vida! A obra do poeta Edimilson Eufrásio é especialmente dedicada ao avô materno, Antônio de Almeida (falecido em 2006) e quem teve grande influência em sua educação. O autor ficou sem o pai quando tinha 12 anos e, a partir daí, o avô o criou. Eufrásio sempre teve o avô como seu ídolo e a pessoa mais importante da sua vida.
Na opinião do jornalista, Para toda a vida! “......é mesmo à eternidade. Vida e eternidade são duas das mais brilhantes palavras e, não por acaso, a máxima de que os diamantes são eternos. Claro que a autoria dessa máxima não se refere apenas à sua preciosidade, a qual necessita de uma eternidade de tempo para ser forjada na natureza, mas, sim, e certamente, por causa da beleza sem fim.
Para toda a vida! segundo o jornalista Alcimir Antonio do Carmo “está cravada em palavras de eternidade, de amizade entre almas, selada pelo amor e não esse raso e carnal, mas, o suprassumo do termo no significado maior. Quando li a poesia que é homônimo titular da obra, percebi o quão belo é o seu conteúdo porque, como conheço a vida de seu autor e sua interação com o universo, inclusive terreno, entendi a sua amplitude”.

Olá Edmilson. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Do começo ao fim, a Obra é só poesia. Os textos são narrados com linguagem que permite transcender ao real e ao imaginário.É uma mistura de poesia, poemas, textos poéticos e crônicas. A obra "Para toda à vida", a quarta da carreira do autor,é, antes de mais, uma homenagem à sensibilidade daqueles que gostam da poesia de qualidade. 
O público alvo é todo aquele boêmio, sonhador, fingidor, que sonha, acredita, se ilude, viaja nas emoções e nas sensações do amor que é para toda á vida.
Esse projeto vem sendo trabalhado desde de 2012, procurando atender as necessidades do leitor que é sensível e romântico, daqueles que ainda manda flores. 

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
O autor tem 49 anos, é natural de Americana/SP, é jornalista e membro titular da Academia Jahuense de Letras. Eufrásio é autor das obras: Lágrimas de Poeta; Regressando além das Letras e Uma vez Poeta eternamente Poeta.
Eufrásio busca se firmar no mercado literário brasileiro e também nos países lusófonos, onde começa a ingressar com suas obras.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
É um desafio ser um escritor no Brasil de hoje. Ainda mais, ser um poeta e um romancista. As pessoas estão mais frias e perdendo a esperança. A educação e a cultura,são o reflexo da classe política que preferiu ao invés do formar cidadãos cultos, sábios, inteligentes, meros fantoches, que podem manusear conforme seus interesses. 
Como poeta, acredito que a leitura é o que nutre alma e a poesia a inspiração que encanta e transforma o homem que sonha, que ama, que se entrega e que busca, que não tem, medo de ser feliz.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Por intermédio da Internet. Participei da antologia "O Silêncio das Palavras", lançada na Bienal de SP em agosto de 2018. Conheci a Fernanda de Sá, e passei para ela a minha vontade de atingir o mercado interno brasileiro. A Fernanda acreditou no meu trabalho e estamos alcançando a nossa meta.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Desejo que a poesia seja uma constante em sua vida e em seu coração.Que você tenha tido o privilégio de amar ou ser amado, ao menos uma vez e possa dizer que valeu a pena não ter desistido do amor.Que a poesia faça magia na sua vida, transformando-a em cada dia. Que essa energia, que vai além da vida, permita sentir esse amor verdadeiro e infinito, que nos faz melhor dia após dia.

Obrigado pela sua participação.





Nenhum comentário:

Postar um comentário