segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Entrevista com Luís Carlos Salomão - Autor de: A (IN)JUSTIÇA DOS HOMENS

É professor das redes municipal e estadual de ensino. Formado em Educação Física, Letras e Pedagogia, tem vasta experiência como educador. Além de vários cursos de aperfeiçoamento, frequentou por mais de dez anos a Sociedade de Psicanálise Integral – Trilogia Analítica. Fora a presente obra, escreveu: Esportes, afeto ou agressão?; Reflexões de ouro da humanidade e outros três romances ainda não publicados.



Antes de mais nada, esse é um livro polêmico. Um romance crítico. Aborda de maneira sucinta e objetiva muito dos problemas que a sociedade atual enfrenta em seu dia a dia. Contudo não é um livro que apresenta tão somente críticas e polêmicas, e um manuscrito também irônico, com uma veia de graça e bom astral. Leve e prazeroso. Com estilo simples e direto, Salomão aborda temas espinhosos sem ser maçante e autoritário. E como não poderia deixar de ser, analisa também aspectos psicológicos e religiosos do ser humano, visando seu próprio progresso e evolução.



Olá Luis Carlos. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.


Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro é um romance crítico. Gira em torno do que é justo ou injusto nas leis feitas pelos homens. Conta fatos do cotidiano das pessoas e da sociedade em que vivemos.
O livro surgiu através dos fatos vivenciados pelo autor e por um momento de desabafo.
É destinado a todas as pessoas que se interessam por uma vida mais digna e pela busca da felicidade.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Este é o meu terceiro livro; meu primeiro romance publicado. Minha primeira formação acadêmica é Educação Física; mas como sempre tive interesse em literatura, resolvi fazer letras para seguir também a carreira de escritor. Esta é a melhor forma que vejo para que possa contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária.
Minha visão de mundo se baseia na Trilogia Analítica a qual VÊ o homem como um ser integral: corpo, mente e espírito.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Difícil, muito difícil. Para mim não é algo trabalhoso a pesquisa é a escrita, mesmo sendo algo que necessita muita dedicação. Para mim o mais trabalhoso é a própria publicação é divulgação da obra; é mesmo o fato de convencer as pessoas a lerem.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Este é o meu segundo livro publicado pela Scortecci. Acredito que foi através da internet que a conheci. Já havia lido outros livros de sua publicação é apreciei sua qualidade editorial.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Acredito sim que o meu livro merece ser lido; não pelo fato de eu ser o autor, mas por ter uma mensagem de esperança e alegria. Mensagem esta que mostra que o ser humano é dotado de resiliência e capacidades que fazem com que ele supere todo é qualquer obstáculo que possa aparecer em seu caminho.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário