terça-feira, 3 de março de 2020

Entrevista com Eliane Honório - Organizadora do livro: COLETÂNEA EM QUADRINHOS - MANEIRAS DE LER O MUNDO!



Autodidata em Artes até 2010; Bacharel em Administração Pública; (1997); Pedagoga (2008); pós graduada em: Educação Infantil, (2000) Educação especial, com tema sobre “A influência da arte na Educação Especial”; (2005) Especialização em Gestão escolar; (2008); Arte e Educação 2010; Formada em Educação Artística pela UNAR (Universidade de Araras). Publicou 13 livros pela Scortecci. Artista Plástica premiada 13 vezes com troféus e 5 com medalhas de ouro nos salões de Arte nacionais e internacionais.Trabalha com projetos, o projeto HQ surgiu na sala para incentivar os alunos. Ganhou 2019 o troféu Somos Educação do sistema Max de ensino. Promove saraus de poesias e encontros culturais com seus alunos.



A obra é uma reunião de histórias em quadrinhos feitas pelos alunos da professora Eliane, do 5º ano, e trás histórias de suas maneiras de ler o mundo a sua volta, cada criança fez uma página do livro.





Olá Eliane. É um prazer contar, novamente, com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro surgiu em sala de aula, após um projeto de comunicação chamado: "Jornal do Dilson", onde as HQs foram feitas por alunos do 5º ano em que lecionava após ensiná-los a criar personagens e deixá-los livres para que escolhessem o tema da sua história, organizei os textos. Era uma turma com muitas dificuldades de socialização e comunicação, crianças sem oportunidades de se expressarem que se sentiram especiais com a realização de um projeto como esse do livro.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Publiquei 14 livros pela Scortecci, entre individuais e coletivos, estou publicando em 2020 minha autobiografia como Artista paranaense premiada, juntamente com metodologias do ensino de artes, que criei para aulas mais interessantes, onde a arte e a literatura dão as mãos para aulas mais criativas.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Só fica como escritor quem realmente gosta, meu sonho era ganhar um prêmio, como Jabuti, tenho muitos livros guardados, originais, escrevo desde os 7 anos, ultimamente estou publicando na watpad porque livros físicos são pouco procurados infelizmente.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Entrei em um concurso em 2011 e nunca mais saí da Scortecci.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Sim, meu livro merece ser lido, é um trabalho feito por crianças sem oportunidades na vida, mostra a leitura de mundo deles, crianças sem esperança que estavam acostumadas a serem menosprezadas e que se superaram para escrever suas histórias em HQs.
Deixo para os leitores é que a leitura é um universo novo que se pode participar, na leitura podemos nos colocar no lugar do personagem favorito.

Obrigado pela sua participação.

2 comentários:

  1. Onde disse :"vida" entende-se: crianças que eram acostumadas a não acreditar na própria capacidade escolar.

    ResponderExcluir
  2. Quero publicar mais dois livros este ano, um que já está quase pronto, de historinha e outro de poesias, se Deus quiser até o fim do ano.

    ResponderExcluir