domingo, 12 de julho de 2020

Entrevista com Geraldo Malta - Autor de: NA TRILHA DA UTOPIA

Nome literário de Geraldo Soares Malta.
Casado, pai de uma filha, é formado em Letras pela Fundação Universitária de Penápolis (Funepe) e em Pedagogia pela Uniclaretiano (Batatais/SP). É especialista em técnicas de análises literárias pela Funepe, além de possuir várias extensões universitárias pela Universidade de São Paulo (USP). É professor na rede paulista desde 1990, atuando primeiro no Cefam, em São Bernardo do Campo (SP), e posteriormente na EE Adelino Peters, em Penápolis (SP). No campo das artes compõe músicas para festivais e propagandas, envereda pelo campo da poesia, produz artigos para jornais e é animador de cantos pastorais em celebrações e comunidades de base. Na trilha da utopia é seu segundo livro. O primeiro, Revisitando Plis, traz experiências em narrativas curtas. Este segundo é plurigênero: tem contos, poemas, crônicas e ensaios, visto que o autor se concentrou no tema. Os textos mostram entraves, realizações e autoestima na busca dos sonhos. O importante é que a leitora e o leitor percebam que nada é tão utópico que não se possa almejar. As escolhas mostram setas e barreiras, e a perspicácia ajuda a vencer o medo. A porta é estreita e fica no alto do morro, mas ela se abre a quem ousa lutar. Depois dessa leitura é hora de dizer: eu posso! E como diz Gonzaguinha: “Vamos lá fazer o que será”.




"... Na escalada os degraus vão ficando mais íngremes e escorregadios, mas Apolo insistia porque percebia que o ponto de luz aumentava de diâmetro a cada passo. Não desistiu. Sabe-se lá quanto tempo durou a escalada, o fato é que, a partir de certo momento, Apolo conseguia enxergar as paredes e animais que estavam nela. O ponto brilhante era, agora, muito grande e com muita luz. Chegara enfim ao topo, passara pelo lago e alguma formação rochosa e, enfim, o espanto: estava na saída da caverna. Um ímpeto de emoção, novidade, utopia tomava conta dele...”
Do conto “sobre luzes e sombras”.

Olá Geraldo. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Contos, crônicas e poemas sobre caminhos e cinquistas.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
É o meu segundo livro já pronto, e estou produzindo mais três,ao mesmo tempo, sendo uma biografia, um livro de memórias e um de contos.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Um desafio gostoso de encarar, porque temos campo para avançar e produzir culturas, mesmo sabendo da desvalorização do conhecimento.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Em pesquisas pelas redes.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Meu livro tem que ser lido. Ele visa a recuperar a auto-estima e quer que o leitor não esmoreça e vá além do que é dito que vida criou pra cada um. Pretendo sempre descortinar horizontes.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário