domingo, 25 de abril de 2021

Entrevista com Ivone Cardoso - Autora de: PARLENDAS DAS BRINCADEIRAS

Ivone Cardoso
Nome literário de Ivonilda de Jesus Silva Cardoso e também, como é mais conhecida. Nasceu no ano de 1968 em Frutal, Minas Gerais, formação pedagoga, pós-graduada em psicopedagogia e jogos e brincadeiras. Desde criança é apaixonada pelo brincar e pôde aproveitar sua infância e adolescência como nunca, livre, cheia de contos e fantasias. Tem a brincadeira como sua maior alegria, sempre se permitiu viver a magia da infância com seus amigos e irmãos com plenitude. Ainda hoje se permite brincar com os pequenos a quem tanto ama.

Brincar e imaginar, inquietudes da infância, pés descalços saltitantes, encantamentos e descobertas saboreando ser criança. A infância é uma das memórias mais prazerosas de um adulto, e o brincar é parte dessas lembranças, os velhos encontros à luz da lua, meninos e meninas na rua entregues ao prazer das brincadeiras. É na dança da ciranda, no sobe e desce do escorregador ou no vai e vem do pega-pega que a criança se transporta para um mundo imaginário, onde tudo é possível e a ludicidade vira mágica, dando asas ao prazer e ao imaginário. E quando a brincadeira tem a sutileza da poesia, a rima no bailar das palavras entre um verso e outro, o brincar se torna música, um acalento que acolhe e aquece o coração transbordando satisfação e alegria. Brincar é se jogar nas curvas de um bambolê, é deixar ser guiado pelos seus movimentos, que floreiam e abraçam seu corpo. Brincar é sussurrar para a vida seu imaginário mais profundo, entregar-se ao colorido, dar vida às fábulas e narrativas que envolvem o universo fantasioso onde a criança se faz feliz aprendendo, criando e se reinventando.

Olá Ivone. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro?
Minha obra, Parlendas Das Brincadeiras de A a Z propõe uma linguagem simples, trazendo um convite aos leitores se deleitarem ao universo do brincar, cantar e se apropriar ludicamente do mundo letrado. Pequenos versos rimados, atrativos e cheios de encantos.

Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Mergulhei nessa proposta no início da pandemia, comecei a pensar em atividades para preencher o tempo e manter a mente ocupada. Foi revisando alguns projetos de trabalho me veio a ideia de reescrevê-los e transformar em livro, não só para os pequenos leitores (crianças), mas, também é uma proposta didática para os educadores da primeira infância se inspirarem.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Eu, Ivone Cardoso, sou pedagoga, pós-graduada em psicopedagogia, e Jogos e Brincadeiras. Sou funcionária pública municipal de São Paulo e apaixonada pelo universo infantil. Nas horas livres, entre uma leitura e outra gosto muito de rascunhar ideias que vão surgindo. Parlendas das Brincadeiras, é meu segundo trabalho, porém, primeira publicação. Depois dessa experiência fantástica, acredito ter sido picada pelo bichinho do mundo literário, já tenho alguns projetos em andamento, novas sementes estão em construção.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Eu enquanto leitora não havia tido esse olhar para a vida do escritor, hoje depois de algumas pesquisas para a construção do meu livro, me deparei com uma triste realidade. A partir do momento em que nos debruçamos sobre uma proposta é que nos damos conta do percurso e das dificuldades. Infelizmente somos um país onde o incentivo à leitura e ao conhecimento caminha a passos lentos. Acredito que o escritor tem essa percepção, mas ainda o faz pela satisfação e o prazer em ver sua obra produzida.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Meu contato com a Editora foi por indicação de uma amiga, já havia publicado seu livro pela Scortecci, que me fez ótimas recomendações.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Com certeza meu livro deve e merece ser lido, tudo que é oferecido para somar, agregar e enriquecer o aprendizado deve ser bem-vindo para todos. Deixo a meus amados leitores um incentivo: comece sua leitura parlendando pequenas obras, invistam em vocês, se entreguem à boas leituras e aos estudos. Ler é cultura, traz conhecimento e é o caminho para grandes conquistas.

Obrigado pela sua participação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário