segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Entrevista com Mauro Bonfim - Autor de: SENSAÇÕES - POEMAS E POESIAS

Mauro Bonfim
40 Anos. Paulista. Formado em Técnico em Arte Dramática pelo Senac - SP. 
Ator, Poeta, Facilitador, Professor e Diretor.








Sensações - Poemas e Poesias
Um livro que contém experiências, inspirações e intuições do autor.Através de Poemas e Poesias.

Sensações, é realmente isso que o livro transmite, diversas sensações de diversas formas, às vezes calma, às vezes uma inquietude, bondade, felicidade... Desbrave esse misto de sensações, com poesias que emocionam com seu formato sempre diferente, inovando na escrita e renovando nas emoções.

Rafael de Lima


Olá Mauro. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Meu livro é de Poemas e Poesias. Na verdade, eu somente escrevia algumas coisas aqui e outras acolá, inspirações, intuições e cotidiano. Mostrei pra uma amiga meus escritos e ela que me incentivou muito e então decidi escrever este livro. Foram pouco mais de 1 ano pra concretização deste feito, rs. O público destinado é o que aprecia poesias e sobre tudo a arte.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Minha história na arte começa em 2006 com teatro. Comecei para perder a timidez mas foi tão bom esse contato que me apaixonei. Fui fazendo oficinas, depois fui pra um curso mais profissionalizante e nesse curso em meados de 2012 é que comecei a escrever pois lá se adaptava muitos textos para exercícios teatrais. Foi onde comecei a gostar de escrever. Logo em seguida por volta do final de 2013 tranquei esse curso pois fui fazer Senac e é onde sou formado atualmente em Técnico em Arte Dramática. Lá também se escrevia um pouco e se estudava muito sobre os grandes dramaturgos. Creio que esse projeto seja o primeiro de muitos outros que virão. Além de poesias gosto de escrever crônicas do cotidiano e esquetes de teatro e quero fazer um curso de dramaturgia e de roteiro pra escrever peças de teatro e quem sabe uma série.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Bom, sei que a vida de um escritor no Brasil não é fácil, como você mesmo disse na pergunta há de certa forma poucos leitores e acima de tudo não é valorizada. Porém eu acredito que cabe a nós com nossos escritos, com nossa arte levar aos poucos, as pessoas, começando pelos amigos, família, pessoas mais próximas e a partir daí passo a passo levar o hábito de leitura e sobretudo a arte a todos.
Eu acredito nisso...

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Por que eu conheço duas pessoas que lançaram livro pela Scortecci. Um de poesias, que foi meu primeiro professor de teatro onde citei no início da entrevista em 2006 na oficina que fiz durante quase 4 anos.E uma amiga do meu irmão que também lançou um livro com vocês. Apreciei o trabalho e estamos aqui...

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Com certeza. Primeiro por que fiz com todo carinho do universo. Depositei todo meu carinho e energias boas nesse projeto. Nele contém inspirações, intuições e fatos do cotidiano que presenciei. A mensagem que deixo é que não se arrependerão dessas sensações... Obrigado desde já pelo carinho e apoio de todos. Principalmente de vocês da Scortecci.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário