sábado, 15 de outubro de 2016

Entrevista com Ítalo Anderson - Autor de: PELO RALO

Nasceu em Fortaleza, Ceará no ano de 1993. Aos 19 anos, passou a viver em São Paulo. Em contato com as artes e poesia desde a infância, publicou, em 2014, o livro "Gaveta Aberta" pelo selo Futurarte de poesia contemporânea (RJ), lançado durante a Virada Cultural Paulista no interior do Estado. Em 2016, publicou "Pelo Ralo", pela editora paulistana Scortecci, com lançamento durante a 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. 
Ao longo de sua trajetória, recebeu, por sua obra poética, prêmios da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre (2014), durante o Sarau Nacional, em edição comemorativa dos 800 anos da Língua Portuguesa, Prêmio Fernando Pessoa de Honra ao Mérito (Literarte), outorgado junto a Fundação Cultural de Curitiba (2016).
Ítalo mantém seu ateliê Tactus, que concentra seus projetos artístico-culturais.

Um livro de poemas, de histórias escondidas em seus versos, um livro de amor entre a escrita e a leitura, o autor e leitor, a vida e a alegria. Em tom jocoso, Ítalo Anderson convida-nos a um passeio por nós mesmos, para explorarmos nossos amores antigos e recentes, viagens, dúvidas, receios, o vir-a-ser. Metalinguisticamente, propõe a palavra à palavra, jogando, brincando, questionando, refletindo, atualizando conceitos. Jovem, de espírito livre e centrado, o autor repassa seu universo literário, artístico, como um espelho, a refletir o que pensa e sente. Tudo isso provoca no leitor sorrisos, vontade de ir e vir, ficar, amar e estar solitário. Dá uma coisa de ir com o livro Pelo Ralo passear por aí, caminhar numa bela tarde, curtir boa companhia e, sobretudo, boa leitura.

Olá Ítalo. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Olá! Primeiramente gostaria de agradecer pela oportunidade de falar um pouco sobre meu trabalho.
O "Pelo Ralo" não tem um tema específico, é na verdade um passeio por diferentes lugares, sensações, histórias e momentos. O livro se destina ao público jovem e adulto.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Como "Pelo Ralo" é minha segunda publicação, acho que é um pouco cedo para falar de outros projetos, porém continuo escrevendo e pretendo compartilhar um pouco mais em breve.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
A vida de escritor no Brasil, além da escrita, também envolve um compromisso político com a educação e a cultura. Dessa forma, não estamos escrevendo apenas para nós mesmos, mas garantindo que a Literatura vá além. Às vezes um rosto que faz cara feia quando ouve a palavra "poesia" é quem mais está precisando de uma.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Conheci a Scortecci durante a 23a Bienal Internacional do livro de São Paulo. Recebi o convite para a publicação através da Elianete Vieira.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Acredito que sim. Pois, entre outros adjetivos que poderiam ser utilizados para descrever o livro, o mais notório é a sinceridade. Gosto de ser sincero com o que escrevo, pois sou sincero comigo quando escrevo. E acredito que toda poesia sincera carece de leitura.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário