quarta-feira, 22 de março de 2017

Entrevista com Jorge Brandão - Autor de: FUNDAMENTOS DE CÁLCULOS DIFERENCIAL E INTEGRAL

Jorge Brandão
Nome literário de Jorge Carvalho Brandão.
Doutor em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Possui graduação em Matemática pela UFC (1996), mestrado em Engenharia Civil (Recursos Hídricos) pela UFC (2001). Atualmente é professor de Matemática para Engenharias do Centro de Tecnologia (CT) da UFC. Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Matemática Inclusiva, atuando principalmente nos seguintes temas: (1) Matemática adaptada para pessoas com dificuldades de aprendizagem; (2) Geometria e Física (Ensino Médio) para pessoas com deficiência visual; (3) Análise de Erros. Participa do programa de pós-graduação da Faculdade de Educação da UFC e ministra aulas para os mestrados acadêmicos do CT. Coordena Grupo de estudos em métodos e técnicas de ensino de Matemática e Física para engenharias. A partir deste grupo, faz adaptações a partir de vivências tanto de conjuntos difusos quanto de fenômenos de transportes (conteúdos típicos das engenharias) para pessoas com deficiência visual. Com efeito, deve-se respeitar os limites de cada pessoa, todavia, pode-se explorar suas potencialidades.

De que forma um professor de Matemática deve trabalhar este campo do saber em sala de aula quando existem discentes com deficiência visual ou que possuem dificuldades de aprendizagem neste campo do saber? Ora, analisando a expressão “estudante com deficiência visual”, excluindo-se “deficiência visual” fica “estudante” e, por conseguinte, têm direitos e deveres iguais aos demais. Logo, o docente pode trabalhar conforme planejou sua atividade. É claro, com adequações.
Mesmo raciocínio vale para você, nobre leitor(a). Este material foi pensado no método passo a passo onde você dedicando até 60 minutos para ler, compreender e se exercitar, você entenderá a “essência” do Cálculo Diferencial e Integral com uma variável. Ou seja, cada lição é composta de até sete passos, da 1ª à 5ª LIÇÃO visando entender a construção do saber. A partir da 6ª Lição, a qual esperamos que os procedimentos tenham sido bem assimilados até então, recomendamos dedicação de tempo de, no mínimo, 60 minutos.

Olá Jorge. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Apresenta estratégias de resolução de problemas atrelados às disciplinas de Cálculo, tanto Diferencial quanto Integral. Dentre estratégias há a análise de erros. A ideia de escrever surgiu da necessidade de adaptar conteúdos do Cálculo para pessoas com necessidades educativas especiais, como deficiência visual ou discalculia. Com efeito, há estudantes que precisam não só das figuras para entender determinada situação problema. Precisam de um texto bem escrito, precisam de exemplos onde vivenciem (na medida do possível) o conteúdo a ser abordado. Público: qualquer estudante que precisa das disciplinas de Cálculo Diferencial e Integral (como Administração, Engenharias, Física, etc.).

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Este livro é a culminância de alguns artigos que publiquei sobre o ensino de matemática para pessoas com dificuldades de aprendizagem. É, também, a soma de estratégias de ensino em mais de 20 anos de profissão (enquanto professor de matemática para engenharias do Centro de Tecnologia da Universidade Federal do Ceará - UFC).

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Desafiante! Por sua vez, como livro é fruto de uma experiência, de uma vida (seja real ou imaginária/ficção, mas são pensamentos que fazem parte do escritor), vale apena o desafio.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Procurando em sites de publicação de livros. Em 2006 fiz o primeiro, gostei do material e da atenção dispensada pela equipe da editora.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Como o subtítulo indica: Para quem não gosta, mas precisa, esta obra visa apresentar estratégias para facilitar a compreensão dos conteúdos. É uma obra que COMPLEMENTA, as obras existentes. Por conseguinte, quem não está precisando de auxilio neste campo do saber, não recomendo este livro.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário