quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Entrevista com João MC. Jr - Autor de: MEU PENSAR

João MC. Jr
Nome literário de João Manoel da Costa Junior.
Autor Das Obras.
O Grande Assalto O Declínio Do Poder,
Tempos De Traição Possuídos Por Amboção
O Menino Que Queria Voar
Trapaças Do Destino Causa E Efeito
Jogo Sujo Cidade Do Crime.
Participou Das Antologias. Um Olhar Sobre A Liberdade. 
Palavras Abraçadas, Mais Que Palavras E Além Da Terra Alem Do Mar.

Muitas histórias surgem quando menos esperamos. E isso se chama inspiração. É algo com o qual eu concordo quase que plenamente, porém no meu caso não creio especificamente nessa única fonte.
Gosto de pensar que as minhas inspirações também sejam fruto do contexto do qual fui alimentado, pois sem essas raízes naturais eu não seria capaz de me manter fiel às minhas virtudes, que foram colocadas em teste por longos anos. Elas me proporcionaram subsídios para uma análise constante a fim de criar esse modo de pensar. Assim como outros autores que vivenciaram de forma explícita grandes acontecimentos da história e se tornaram mestres na arte de se expressar. Acredito que eles também devem agradecer terem vivido tais experiências.
Ao concluir esses trechos, de contos, prosas e poemas, nos quais tento transmitir pequenos fragmentos e reflexos de uma vida em contexto, devo admitir que a minha razão e sensibilidade não poderiam existir sem uma origem.
Por esse motivo sou eternamente grato ao meu pai e à minha mãe por terem me dado a vida com seus momentos de luta e lucidez. E de terem me alimentado com essa vertente que influenciou minha existência. Mesmo que precariamente, seguiram moldando e mostrando de forma sutil o quanto podemos aprender com a nossa trajetória na vida sempre em busca de um novo amanhecer e, poder seguir repartindo de uma forma sutil com esse universo de seres humanos que nos cercam, ávidos por descobrimentos de um novo olhar literário. E mesmo que de uma forma coloquial, possa fluir natural e contextual.

Olá João. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
A ideia nasceu da vontade de expor a minha veia poética com meus contos, prosa e poemas em um só livro, de forma que, meus leitores pudessem conhecer um pouco do meu lado prosador, pois até então só conheciam as minhas obras literárias como escritor de romance, ficção e policial, que relatam história de conflitos e violência.
Mostrar para os leitores essa chama me proporciona um certo prazer de expurgar como se fosse um intervalo necessário antes de outras histórias de cunho mais dramático no futuro.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Os meus projetos na realidade sempre foram um sonho de infância, que só foi possível realizar-se depois de muito tempo. Más depois do quinto livro publicado, acho que já posso me sentir um escritor que almeja uma carreira, seja de sucesso ou não e algo que encaro como uma predestinação. portanto, acho que muitos outros virão. Enquanto houver clareza no meu pensar, e a inspiração brotar. Seguirei esse destino.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Bem, uma das primeiras frases que ouvi, ou li de um escritor que não me lembro bem, pois já faz algum tempo era que, de cada 5 escritores no Brasil somente um alcança o sucesso. Portanto, eu não tenho grandes ilusões com relação ao mercado, até porque nossa política de incentivo a literatura e a cultura e capenga. Principalmente para quem tem uma postura independente como escritor , OU que pensa e fala o que quer, e logicamente o que a sua formação lhe permite, que o meu caso.
Resumindo não há compromisso de uma parte da mídia ou governo, e de um modo geral muito menos com a nossa renovada literatura.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Tive uma boa recomendação, e é o meu primeiro livro O GRANDE ASSALTO O DECLÍNIO DO PODER foi divulgado pelo portal amigos do livro. Livro esse que nem tinha sido editado pela Editora Scortecci e ao pesquisar a relação da editora com os escritores fiquei interessado e publiquei outro livro JOGO SUJO CIDADE DO CRIME e participei de duas ANTOLOGIAS, MAIS DO QUE PALAVRAS e PALAVRAS ABRAÇADAS.
Estou grato a Scortecci pela atenção dispensado a mim, independente do lado comercial.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Esse meu livro MEU PENSAR, CONTOS PROSAS E POEMAS procura atingir os leitores que gostem de poemas e prosas constituídos de um olhar mais de reflexão sobre perdas e ganhos, mas também de um olhar de altivez sobre a vida de um modo geral.
Já os contos são mais brejeiros com relatos descontridos de um tempo que se foi e deixou saudades.

Obrigado pela sua participação.

Um comentário:

  1. Já venho acompanhando tal escritor, e a cada lançamento me surpreendo, pela visão futurista, bem como a relação dos fatos, atos e evolução do passado e presente...tem me levado ao apse de pensar e repensar e deduzir que ler e viver.....obrigado ...

    ResponderExcluir