terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Entrevista com Carla Brandão - Autora de: #DOECORAGEM

Carla Brandão
Comunicadora por opção. Jornalista por profissão. Especialista em desenvolvimento humano por vocação. Pensamentos transformadores, evolução e treinamento. Visão divertida sobre automotivação, administração do tempo, melhoria contínua e inovação. Life Coach e Palestrante com foco na transformação da vida em uma fonte de aprendizado e felicidade!





É um manual, uma alavanca, um incentivador diário, trazendo exemplos e relatos próprios, com um tom divertido e prático, características típicas da autora, para ajudar o leitor a superar dificuldades corriqueiras. O texto fluido chega ao ponto e indica caminhos que podem servir como um bom farol para quem quer alcançar um objetivo e obter as conquistas tão sonhadas. A autora indica: tudo começa com CORAGEM




Olá Carla. É um prazer contar com a sua participação no Blog Divulgando Livros e Autores da Scortecci do Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
O livro #DoeCoragem trata dos desafios do cotidiano e aponta, de forma descontraída, algumas ferramentas que podem ser úteis para a tarefa de descomplicar a vida. Eu já tinha começado a escrever esse livro há algum tempo. Mas, o empurrão veio com o último curso que fiz. Tenho o hábito de compartilhar o que aprendo, em casa em palestras que faço. E o livro vem para carimbar essa ideia. Todos os textos nele contidos começam com hashtag. As páginas são tracejadas, para que possam ser doadas para alguém que está precisado ou para ficar de lembrete pela casa ou escritório. O verbo do momento é compartilhar e eu estou fazendo a minha parte.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Eu gosto de me comunicar, compartilhar. Vou sentir a receptividade desse trabalho e me balizar para futuras investidas no universo das letras. Eu escrevo, semanalmente, em dois sites. E se sonhar é necessário, não me furtarei de usufruir disso. Já tenho um filho e, ainda jovem, plantei árvores. Mas, agora, já combinei, vou com meu filho plantar mais árvores, aproveitando esse momento. Quem ler meu livro terá uma surpresa no final em relação a isso.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Eu acredito na leitura e creio que a tecnologia auxiliou o jovem a ter acesso a livros clássicos e modernos. O aumento da inserção do jovem na escola e da longevidade do brasileiro facilita a ampliação desse mercado também.
Pesquisa recente indica tendência do aumento da importância dos livros lidos por iniciativa própria em relação aos indicados pela escola, mesmo entre os estudantes. Isso é um bom sinal também. Percebo no metrô muita gente lendo, como em países europeus e isso é animador.
Portanto, os eventos como Bienal do Livro e Flip são importantíssimos, mas não maiores que feiras de livros em escolas e universidades.
Adoro iniciativas comunitárias ligadas à troca e doação de livros. Acredito no compartilhamento. Tanto é que o título do meu livro leva uma hashtag e dentro também segue a mesma linha.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Por indicação de uma antiga amiga, chamada Carmen Barreto. Eu senti confiança e competência desde o primeiro contato. Todos os setores se mostraram eficientes e capacitados para entregar o resultado final do jeito que eu solicitei, agregando sugestões pertinentes para o melhor produto.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Eu aposto que seja uma boa leitura para quem gosta de assuntos ligados ao desenvolvimento humano, a quem procura uma rota mais assertiva para a vida, já tão conturbada e cheia de desafios. Proponho saídas palpáveis e práticas, embaladas pelo meu estilo divertido de encarar os desafios da vida. Sinta-se convidado a compartilhar coragem comigo.

Obrigado pela sua participação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário